Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 22/08/2014

Feira passa a contar com Núcleo de Internacionalização

2182014092012Com a missão de promover o desenvolvimento das relações internacionais através de ações integradas, foi lançado nesta quarta-feira, 20, no auditório Clóvis Lopes Cedraz, da Associação Comercial e Empresarial, o Núcleo de Internacionalização de Feira de Santana. A iniciativa da Secretaria Municipal de Turismo, Trabalho e Desenvolvimento Econômico visa facilitar a inserção de produtos e serviços locais no mercado externo.
O coordenador do Núcleo, Leonardo Batista Oliveira, e consultores do SEBRAE, fizeram explanações sobre o que são os negócios internacionais e a importância das empresas, sejam elas pequenas, médias ou grandes, incluirem essa pauta em suas atividades. Junto com a Prefeitura Municipal de Feira de Santana, participam do projeto a Associação Comercial e Empresarial, Sebrae, Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e Centro da Indústrias de Feira de Santana (Cifs).

“Vamos estar juntos com o empresariado tanto na hora de exportar quanto de importar produtos e serviços”, disse o presidente da Associação Comercial, Marcelo Alexandrino. Outro objetivo do núcleo é preparar Feira de Santana para fazer a captação de recursos e receber novos investimento externos. Alexandrino ressalta o potencial de Feira de Santana, que recentemente foi classificada entre as dez melhores cidades do Brasil em infra-estrutura para investimentos em diversos setores.

“A nossa boa rede de ensino capacita a mão de obra”, frisa, lembrando que “as empresas internacionais precisam saber disso, e nós vamos trabalhar essa questão com informações bem estruturadas”. Neste sentido, o Núcleo conta com a Universidade Estadual de Feira de Santana, que já possui experiência internacional e pretende estreitar os intercâmbios com outras universidades e empresas do exterior.

O secretário Municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antonio Carlos Borges Júnior, que representou o prefeito José Ronaldo de Carvalho, afirmou que o Núcleo pretende interagir com outros órgãos de fomento.

Uma das primeiras medidas a serem adotadas é a montagem de um banco de dados.”Nele os investidores estrangeiros terão informações precisas e atualizadas sobre as relações comerciais, educacionais e institucionais que o município já mantém com outros países”.

A criação do Núcleo, disse o Secretário, “não significa que somente agora Feira desperta para o mercado mundial. Aqui já funcionam grandes empresas multinacionais como a Belgo Bekaert, Pirelli e Nestlé, entre outras, mas com certeza nossos comerciantes e empresários, a partir da criação do Núcleo passam a ter uma nova visão internacional”. Os interessados também vão dispor de um site especificamente elaborado para dar suporte ao projeto.

TRANSPORTE AÉREO

A idéia do Núcleo de Internacionalização de Feira de Santana começa a ser colocada em prática no momento em que a cidade passa a ter vôos regulares da Azul Linhas Aéreas, que começa a operar no aeroporto local a partir de setembro.

Participaram do lançamento do Núcleo o secretário municipal de Planejamento, Carlos Brito; André Régis, presidente do Centro das Indústrias (CIFS); Isailton Reis, gerente do SEBRAE; Genival Correa, reitor em exercício da Uefs; Edson Nogueira, vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (FIEB); Adriana Andrade, representando o Governo do Estado; Getúlio Andrade, presidente do Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares de Feira de Santana.

 

Secom