Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 30/09/2014

Ficha-suja, Paulo Maluf se compara a Jesus Cristo

L5E7CDDD6985D4C3D9B5C893A44FB7E51 O deputado Paulo Maluf (PP-SP) está inelegível pela Lei da Ficha Limpa e não poderá concorrer à reeleição. Nesta sexta-feira (26) ele se comparou com Jesus Cristo durante um evento da campanha se declarando injustiçado.

 

“Quem entra na vida pública tem que saber que também Jesus Cristo foi injustiçado, JK foi injustiçado, Getúlio [Vargas] foi injustiçado”, disse o deputado durante entrevista coletiva.
A decisão do Tribunal Superior Eleitoral foi dada no dia 23 de setembro quando a maioria dos ministros entendeu que Maluf tem a “ficha suja” por ser condenado por improbidade administrativa devido ao superfaturamento das obras do túnel Ayrton Senna durante os anos de 1993 e 1996 quando ele era prefeito de São Paulo.

 

Maluf vai recorrer da decisão no próprio TSE para tentar se candidatar, segundo pesquisas ele pode ser um dos cinco deputados com maior número de votos no Estado de São Paulo ao lado de nomes como Tiririca (PR), Celso Russomanno (PRB), Baleia Rossi (PMDB) e Marco Feliciano (PSC).

 

Mesmo sendo declarado como inelegível, Maluf continuará a campanha eleitoral. “Vamos continuar, dentro do nosso Estado de Direito, sem nos enervar e sem nenhum tipo de tristeza. Não estou impedido de fazer campanha”, disse.

 

O deputado pode contar com uma brecha de lei para se tornar elegível novamente, pois a lei da Ficha Limpa permite a candidatura de quem já foi condenado por improbidade desde que o ato não seja doloso, que resulte em lesão ao patrimônio público e enriquecimento ilícito.

 

Segundo a Folha de São Paulo, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) não afirma em seus autos que Maluf praticou atos dolosos, quando há intenção de cometer irregularidades, o que pode permitir que ele volte a disputar uma das vagas da Câmara Federal.