Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 15/01/2016

FIFA censurou expressão de fé de Neymar na festa de entrega do prêmio de Melhor do Mundo

TOPSHOTS Barcelona's Brazilian forward Neymar da Silva Santos Junior holds the trophy as Barcelona's players celebrate with the trophy after the UEFA Champions League Final football match between Juventus and FC Barcelona at the Olympic Stadium in Berlin on June 6, 2015. FC Barcelona won the match 1-3. AFP PHOTO / LLUIS GENE

A expressão de fé de Neymar durante as comemorações do título da Liga dos Campeões em 2015 foi censurada pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA), no vídeo promocional veiculado durante a festa de premiação dos melhores jogadores do entidade, que atualmente está sob a mira da sociedade por reiterados escândalos de corrupção e pela prisão de vários membros de sua alta cúpula, apagou a frase “100% Jesus” de uma faixa usada por Neymar após o final da partida contra a Juventus.
O caso foi observado pelo articulista do site Púlpito Cristão, Wesley Moreira: “Me pergunto sobre os motivos para a censura da FIFA”, escreveu.
Moreira afirmou que “a corrupta FIFA” pode ter sido motivada pela vontade de “satisfazer os anticristãos europeus e agradar seus investidores árabes mulçumanos”, e por isso, “decidiu ‘borrar’ as palavras ‘100% Jesus’ das imagens da comemoração do título de Champions League 2015 de Neymar, apresentadas […] no evento FIFA Ballon d’Or 2015”, onde o atacante brasileiro concorria como um dos três indicados a “Melhor do Mundo”.
“Nossos direitos de fé e de expressão estão censurados pela ditadura dos ofendidos. É de se escandalizar que vivamos em dias em que o nome ‘Jesus’ ofenda pessoas enquanto o homossexualismo, a pornografia e a pedofilia são encorajados nas escolas, incentivados pela mídia e sutilmente compulsorizados (sic) pelos governos. Nem mesmo o maior dos profetas poderia prever que o fim da atual civilização seria de uma forma tão patética, ridícula e vergonhosa”, protestou Moreira. “O politicamente correto é a lei de censura que protege os agentes da decadência moral dessa sociedade que se auto destrói numa velocidade apocalíptica”, acrescentou.
Porém, a censura da FIFA de nada serviu, pois o brasileiro Wendell Lira, vencedor do Prêmio Puskas pelo gol mais bonito de 2015, falou abertamente sobre sua gratidão a Deus e ainda citou a passagem bíblica sobre a derrubada do gigante Golias por Davi.
GNOTICIAS