Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 01/03/2016

Fim do chulé! Saiba como se livrar do cheiro ruim nos pés

23426c1f-543d-4846-b8b5-43c0f0d497f5Se você cansou de se sentir constrangido toda vez que precisa tirar o sapato na frente de qualquer pessoa porque aquele odor desagradável vindo dos seus pés toma conta do ambiente, chegou a hora de colocar um ponto final nesta situação. O blog Saúde Sem Neura conversou com a dermatologista Leandra d’Orsi Metsavaht, diretora da Sociedade Brasileira de Dermatologia, e vai te ensinar a se livrar do chulé de uma vez por todas.

 

A médica explicou que o chulé é mais comum entre os adolescentes, principalmente do sexo masculino. Mas isso não significa que as mulheres ou crianças estão totalmente livres do problema! A boa notícia é que o chulé não é hereditário.

 

Bom, eu (Fabi) sempre achei que a causa do chulé fosse falta de higiene, mas a dermatologista esclareceu que o cheiro ruim é uma combinação de calor e umidade (meia + sapato fechado + suor excessivo) que estimulam o crescimento de bactérias acima do normal.

 

Aí, você pode estar pensando: “Mas, devo andar descalço para dar fim ao chulé?”. Calma! Sem radicalismos, ok? A médica aconselha o uso de antissépticos e bactericidas para equilibrar a flora bacteriana dos pés.

 

Outra dica importante para driblar o odor desagradável é NUNCA usar o mesmo calçado todos os dias. Para as mulheres, essa orientação é facílima de cumprir, mas os homens também precisam alternar os calçados, enfatiza Leandra.

 

— Além disso, os sapatos também devem ser expostos ao sol para arejar e a troca de meias deve ser feita mais de uma vez ao dia, se necessário.

 

Por falar em meias, opte sempre pelas de algodão, já que são capazes de absorver o suor. Sobre aqueles sapatos de borracha confortáveis e fofos, vale destacar que eles costumam dar mais chulé. Para acabar com este probleminha, a médica orienta lavá-los sempre que possível.

 

Por fim, devo lembrá-los que após o banho é importante secar bem os pés e também entre os dedos, pois as bactérias tendem a se proliferar em lugares úmidos. Ah, e esqueça o talco! Eles costumam mais atrapalhar do que ajudar no cheirinho dos pés.

 

(Por Fabiana Grillo)

 

R7.COM