Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 18/06/2015

Força tarefa para garantir segurança de professores de Creche

For_a tarefa deve garantir seguran_a da Creche Lourdes Pellegrini Foto Matheus Rocha (2)Representantes da comunidade dos Três Riachos, membros da direção e funcionários da Creche Municipal Maria Lourdes Pellegrini Freitas discutiram com gestores do governo municipal, na manhã desta terça-feira, 16, estratégias para minimizar os casos de violência no contexto escolar.

 

O encontro foi motivado pelo clima de insegurança vivido por parte dos professores da Creche Municipal Maria Lourdes Pellegrini Freitas, no descolamento para a unidade. Os secretários Jayana Ribeiro, de Educação, e Mauro Moraes, de Prevenção à Violência, discutiram com representantes da Polícia Militar ações que devem incrementar a segurança na localidade. O encontro contou com a participação do major da Polícia Militar, Nildo Lobão.

 

Para a manutenção das aulas na creche, uma força tarefa integrada por membros da Guarda Municipal e da Polícia Militar será desenvolvida na localidade. A escola, que funciona em tempo integral, atende a aproximadamente 65 crianças de dois a cinco anos.

 

“Moro aqui há 47 anos e confio na minha comunidade”, afirma Marineide Caribé, líder comunitária. “Acredito numa parceria entre os moradores, pais e a escola. É uma relação de interdependência. Para existir a escola, precisamos de alunos, para a aula desenvolver seu trabalho, precisamos da cooperação de todos”, explica a secretária de Educação, Jayana Ribeiro.

 

A diretora da creche, professora Andréa Alves, acredita no saldo positivo da reunião. “Depois que a comunidade aceitou acolher a escola, precisamos zerar todo o passado e tudo que já aconteceu. Hoje começaremos a reescrever uma nova história”. O secretário de Prevenção à Violência, Mauro Morais, defendeu o envolvimento de toda a comunidade. “Viver em sociedade é viver em paz, para isso, é necessário que todos se envolvam”. Já o major Lobão disse que os pais devem se envolver mais no processo educacional dos filhos.

 

Secom