Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 06/05/2015

Força tarefa promove ordenamento da rua Marechal Deodoro

552015092409Uma força tarefa da Secretária Municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico realiza a “Operação Dia D”, voltada ao ordenamento da rua Marechal Deodoro. O objetivo é melhorar as condições de tráfego de veículos e a circulação de pedestres no local, que é de grande movimento no centro da cidade.
O balanço parcial do trabalho indica a retirada de 16 toldos de ferro, recuo de barracas para a área delimitada para feirantes, retirada de veículos que eram usados para comércio ambulante e retirada dos tabuleiros de frutas e verduras em desacordo com o que determina a Secretaria.

 

Durante a operação, que conta com o apoio da 64ª Companhia Independente da Polícia Militar, e Superintendência Municipal de Trânsito, foram guinchadas dez motos por irregularidades diversas, e apreendidas, pela PM, armas brancas que estavam em poder de ambulantes.

 

A Secretaria Municipal de Serviços Públicos, que também integra a força tarefa, estará realizando a poda de árvores da rua Marechal Deodoro e vai intensificar a varrição e coleta de lixo, orientando os comerciantes para colaborar com a limpeza na área.

 

MAIS ESPAÇO

 

“Quem está no alinhamento certo, não tem do que se queixar. Os fiscais chegam com educação, a gente conversa e dá tudo certo”, diz Idália Carolina Pereira, que trabalha há quarenta anos como feirante no Beco Manoel Vitorino.

 

Na esquina da Marechal Deodoro com a Praça da Bandeira já é visível o aumento do espaço para a circulação de pedestres. A fiscalização também desobstruiu acessos para cadeirantes e estacionamentos destinados a portadores de necessidades especiais e idosos.

 

O reordenamento vai se estender a outros locais e nos próximos dias a meta é abranger também o Centro de Abastecimento e a avenida Senhor dos Passos.

 

Para o secretário Antonio Carlos Borges Júnior, o trabalho de fiscalização dos espaços, para evitar comércio em desacordo com o que determina a Prefeitura, é permanente, mas se justifica ainda mais agora: “Está se aproximando o período das festas juninas, quando muita gente procura o centro da cidade para comercializar os produtos da época. Daí a importância da “Operação Dia D” para evitar transtornos”, explica.

 

As informações são da Secom.