Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 28/06/2017

Frio aumenta casos de asma; saiba como se prevenir

O Dia Nacional de Controle da Asma, lembrado na última semana, alerta sobre os cuidados com a doença que atinge 24% da população escolar e 19% dos adolescentes, segundo grupo de trabalho de problemas respiratórios da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade.

 

No inverno, é comum a aparição dos sintomas, já que, neste período, ocorrem mais infecções respiratórias virais, que podem desencadear crises, especialmente em crianças.

 

— A asma encontra-se entre os 20 principais motivos de consulta na Atenção Primária à Saúde, e é uma das principais causas de internação hospitalar no SUS, apesar de ser uma condição em que a atenção primária efetiva e a tempo pode evitar idas à emergência — afirma Maria Lucia Medeiros Lenz, médica de família e comunidade do Grupo Hospitalar Conceição.

 

A asma é uma doença crônica que se caracteriza por uma obstrução do fluxo de ar, que varia ao longo do tempo e de intensidade. É uma resposta exagerada das vias aéreas a determinados gatilhos.

 

— Além da questão genética, outros fatores podem desencadear o processo, como frio, amplitude térmica elevada, estresse, exercício e as viroses respiratórias. Não há proibição de atividades, mas deve-se evitar o fator que desencadeou o surgimento da crise — alerta Claudia Bertolasi, pediatra da Perinatal.

 

As principais complicações são pneumonias, evolução para doença pulmonar crônica e prejuízos do tratamento farmacológico a longo prazo.

 

IBAHIA