Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 06/11/2014

Galo vira, goleia o Flamengo e faz clássico com Cruzeiro na final da Copa do Brasil

44Assim como nas quartas de final contra o Corinthians, o Atlético-MG voltou a aplicar mais uma goleada de virada, desta vez sobre o Flamengo, 4 a 1, e garantiu uma vaga inédita para a decisão da Copa do Brasil. Carlos, Maicosuel, Dátolo e Luan marcaram os gols do Galo. Everton descontou para o Mengão.

 

O Atlético-MG enfrentará o Cruzeiro na final do campeonato. As partidas estão marcadas para os dias 12 e 26 de novembro, ambas no Mineirão. O rival mineiro empatou em 3 a 3 com o Santos na Vila Belmiro, depois de vencer por 1 a 0 a partida de ida.

 

Equilíbrio
Se o primeiro tempo tivesse que ser resumido em uma palavra, seria equilíbrio. Precisando reverter a vantagem, o Atlético-MG pressionou o Flamengo desde os minutos iniciais. Mas a equipe carioca não abriu mão de atacar e apostou nos contra-ataques.

 

O Galo começou a partida tentando sufocar o Flamengo e por pouco não abriu o placar aos 9 minutos. Dátolo cobrou escanteio pela esquerda e fez o cruzamento. Leonardo Silva cabeceou para o chão e Léo, em cima da linha, tirou. No entanto, nos minutos sequintes, o Atlético passou a investir em jogadas pelo meio, mas o Flamengo, fechado, não permitiu as investidas do adversário.

 

A equipe mineira voltou a assustar aos 26, quando Luan lançou Maicosuel pela direita. Ele entrou na área e fez o cruzamento. Tardelli se esforçou e evita a saída da bola chutando para o meio da área. Carlos tentou chegar, mas Paulo Victor saiu e agarrou firme.

 

O time da casa seguiu tentando chegar ao ataque. Com dificuldades para articular as jogadas pelo meio, passou a optar por jogadas pelas laterais. Aos 31 minutos, Luan escapou pela direita, foi até a linha de fundo e fez o cruzamento. Tardelli, no meio da área, ajeitou, driblou defensor e bateu no canto direito. A bola explodiu na trave e, na sequência, a defesa carioca afastou. No minuto seguinte, nova chance. Dátolo bateu escanteio pela esquerda e alçou a bola na área. Leonardo Silva cabeceou forte no meio do gol e Paulo Victor segurou firme.

Mas o Flamengo não deixou de jogar. Aguardando por um lance de contra-ataque, o time carioca foi cirúrgico. Everton recebeu pela esquerda, arrancou, deixou os marcadores para trás e bateu rasteiro cruzado, sem chances para Victor.

 

Mesmo assim, o Galo não desistiu da classificação. E reagiu logo. Aos 42, Douglas Santos veio pela esquerda e fez o cruzamento. Leonardo Silva desviou e Carlos completou para balançar a rede.

 

Flamengo deixa de atacar e Atlético faz três

 

O segundo tempo foi completamente diferente. Isso porque o Flamengo deixou de atacar e passou a somente se defender. Desta forma, o Atlético-MG cresceu ainda mais na partida e conseguiu efetuar mais uma virada histórica.

 

Aos 2 minutos, começou a blitz mineira. Tardelli fez jogada individual pela esquerda e tocou para trás. Josué rolou para Carlos, dentro da área. Ele girou sobre o zagueiro e mandou por cima do gol. O Mengão subiu ao ataque aos 7 minutos, com Canteros. Ele chutou forte de fora da área e a bola passou com perigo.

 

Depois disso, só deu Atlético-MG. Aos 12 minutos, Luan fez grande jogada pela meia direita, passou por dois, entrou na grande área e rolou para Maicosuel. Ele, livre de marcação, mandou para o fundo do gol. Restando ainda dois para fazer, o time mineiro trocou passes com paciência, uma vez que o Flamengo estava todo atrás.

 

Na marca dos 18 minutos, Luan recebeu pela direita, se aproximou da área, cortou para dentro e chutou rasteiro. Paulo Victor caiu e pegou. Seis minutos depois, mais Galo. Maicosuel fez jogada individual pela esquerda, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola bateu em Léo e voltou para Douglas Santos. Ele bateu cruzado e a bola passou com perigo.

 

Já na reta final da partida, os mineiros foram para o tudo ou nada. E deu certo. Aos 35, Dátolo chutou forte rasteiro da meia lua, sem chances para o goleiro. O Flamengo parecia anestesiado quando, quatro minutos depois, tomou o quarto gol. Dátolo bateu escanteio pelo lado esquerdo, a bola atravessou a área e sobrou para Marion pela direita. Ele cruzou e após bate-rebate dentro da área, Luan chutou para o gol.

 

Precisando marcar um para assegurar a vaga, o Flamengo fez a última tentativa. Aos 46, Canteros arriscou de fora da área, Victor se esticou, espalmou e garantiu a vaga merecida do Atlético-MG.
(Foto: Vipcomm) – Correio