Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 18/04/2016

Gestão ruim coloca em risco qualquer bom planejamento, alerta especialista do Sebrae

2

Não é só falta de planejamento que pode colocar um negócio a perder. A ausência de um bom gestor coloca em risco até mesmo um planejamento bem feito e com oportunidades já previstas. O alerta é feito pelo diretor de atendimento no Sebrae Bahia, Franklin Santos. Para ele, até quando se tem um plano de negócios ruim, mas por traz existe um bom gestor para executar e lidar com os possíveis riscos de percurso é possível empreender.

 
“As vezes a ideia é muito boa, mas a pessoa não tem o mínimo de condições para executar. O planejamento dessa ideia pode até ser ruim, mas e tiver uma execução excepcional o negócio pode decolar. Um gestor que entende minimamente do assunto, vai ajustando as coisas no dia a dia”, explica Franklin.

 

Oportunidades ruins

 
E quando o planejamento está em ordem e quem está na gestão tenta todas a manobras e, mesmo assim, o negócio quebra? Franklin é direto: “Não existe gestor bom para oportunidade ruim. Embora tenha experiência, você vai ficar o tempo inteiro com a mais perfeita gestão em cima de algo que não vai em frente”, aponta.

 

O ideal é juntar um bom planejamento e um bom gestor, pois, só assim, será possível perceber que determinado negócio não será uma boa aposta para aquele momento. “Quando se tem força nesses dois aspectos, você começa a perceber que estão nascendo grandes empresas”, diz o diretor do Sebrae. Ainda de acordo com Franklin, poucas são as empresas que foram bem planejadas e tiveram insucesso.

 

Também não dá para ser especialista em tudo. Um bom gestor sabe a importância de agregar valor ao produto ou serviço com conhecimento de especialistas. Nem todas as pessoas que fazem um curso de administração podem ser consideradas bons gestores, assim como nem todo empreendedor é um bom gestor, mas sim um visionário.

 

Empreendedor forte é quem coloca aquela boa ideia em prática. Melhor ainda é quem busca conhecimento específico para perceber a oportunidade de aumentar a margem de faturamento ou manter o ritmo de produção. “Para ser visionário e gestor ao mesmo tempo é preciso compreender quando o caminho é eficiente, mas sustentável a longo prazo e saber perceber que o mundo tá mudando. É natural ter um amigo que tem boas ideias, mas precisa de ajuda para por em prática”, conclui Franklin.

 

Competências de um gestor

 

1 – Trabalho em equipe e na formação de talentos

2 – Inovação

3 – Disciplina no planejamento e controle

4 – Foco no resultado

5 – Comunicação

 

Ibahia