Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/12/2017

Goleiro acusa Milan de ‘pressão psicológica’ para assinar contrato

O goleiro Gianluigi Donnarumma, do Milan, acusa a diretoria do clube italiano de fazer pressão psicológica para que ele assinasse um contrato com o time.

 

O atleta e seu agente, Mino Raiola, tentam agora anular o termo, afirma o Corrieri della Sera, já que os dirigentes teriam usado o que eles chamam de ‘violência moral’ para conseguir prender o jogador.

 

Com 18 anos, Donnarumma é cobiçado por clubes europeus, entre eles o PSG, mas seu contrato de quatro ano dificultaria as transações.

 

Anteriormente com um salário de 100 mil euros anuais, o novo termo definiu seus ganhos em 11 milhões de euros por ano.

 

Em sétimo na tabela, o Milan enfrenta uma fase ruim no italiano. Recentemente, na estreia de Gattuso, o clube empatou após levar um gol de goleiro do Benevento, último colocado e que, até então, havia perdido todas as 14 partidas da competição.

 

Com informações do site Notícia ao minuto.