Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 30/07/2014

Grêmio anuncia a contratação de Felipão, que volta 18 anos depois

12 3Felipão havia recebido uma camisa do Grêmio de Koff em março deste ano (Foto: Lucas Uebel/Grêmio )Depois de 18 anos separados, Grêmio e Felipão, enfim, se reencontrarão. Um dos técnicos mais vitoriosos da história do clube, Luiz Felipe Scolari foi anunciado como novo treinador do clube no lugar de Enderson Moreira. Aos 65 anos, Felipão foi demovido pelo presidente Fábio Koff da ideia de não trabalhar até o fim do ano depois do fracasso do Brasil, comandado por ele, na Copa do Mundo.

 

Felipão chega na manhã (sem horário definido) desta quarta-feira a Porto Alegre e será apresentado às 11h na Arena. Sonho antigo da direção, o treinador conta com o perfil almejado para substituir Enderson Moreira. É experiente, com “pulso firme” e capaz de remobilizar o vestiário. Ao mesmo tempo, é conhecedor do futebol gaúcho, especialmente do Grêmio.

 

– É um acerto que chegou em hora muito oportuna. Ele está muito entusiasmado, disposto a começar a trabalhar. A todos nós pelo que ele representa para o clube. O Grêmio consegue gesto resgatar algo forte da sua marca – destaca o diretor executivo de futebol Rui Costa.

 

No Grêmio, Felipão terá Murtosa e Ivo Wortmann como auxiliares. Assinará até o final do ano, com possibilidade de renovação por outra temporada.

 

Koff e Felipão se encontraram em março deste ano, durante o curso de Gestão de Clubes de Futebol, promovido pelo Grêmio, na Arena. Na ocasião, o técnico realizou a palestra inaugural do evento.

 

– Está conosco um homem que ajudou a construir as páginas mais brilhantes do nosso clube. Aqui está um exemplo de cidadão e caráter. Cada torcedor do Grêmio é um torcedor particular do Luiz Felipe Scolari – afirmou à época.

 

Essa será a terceira passagem de Felipão pelo Grêmio. A primeira foi em 1987, quando foi campeão gaúcho. Retornou ao Tricolor em 1993, depois de ter conquistado a Copa do Brasil com o Criciúma em cima do próprio Grêmio. O técnico teve um início complicado na segunda vez no time gremista, mas sua permanência foi bancada pelo presidente na época Fábio Koff. O resultado da insistência deu certo: Felipão venceu a Copa do Brasil de 1994, a Libertadores de 1995 e o Brasileirão de 1996.

 

Na carreira, Felipão ostenta a conquista da Copa do Mundo de 2002 pela Seleção. Também esteve à frente da conquista da Copa das Confederações de 2013. Recentemente, sua trajetória foi manchada pela derrota trágica de 7 a 1 com a Seleção para a Alemanha, na semifinal do Mundial. O comandante se despediu da equipe brasileira no dia 12 de junho, após a derrota perante a Holanda, que culminou com o quarto lugar na Copa.

 

Por GloboEsporte.com