Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 18/09/2014

Grupo lista PT e PSB entre os partidos que pregam contra os valores cristãos

xdilma-rousseff-preocupada-320x180.jpg.pagespeed.ic.1JHRWfUPl8A associação Pró-Vida de Anápolis (GO) organizou uma lista com 12 partidos políticos que trazem ameaças aos cristãos em seus estatutos. O objetivo da lista chamada de “Os doze fatais” é alertar os eleitores cristãos para não votarem em tais legendas.

 

A Pró-Vida de Anápolis está ligada à Igreja Católica e é uma das principais instituições na luta contra a descriminalização do aborto. Na lista ela chama de “perigosíssimos” por se constituírem como “um verdadeiro exército organizado contra os valores cristãos”.

 

Em seu site a associação usa uma fala de João Paulo II contra o socialismo, dizendo que o erro dessa teoria de organização econômica é considerar cada pessoa como simplesmente um elemento do organismo social. “O homem é reduzido a uma série de relações sociais, e desaparece o conceito de pessoa como sujeito autônomo de decisão moral”, teria escrito o papa, hoje considerado santo.

 

Outra diferença de pensamento apresentada pelo Pró-Vida em comparação aos partidos socialistas e comunistas seria a forma como a criança é vista. “O cristianismo vê na criança por nascer alguém que deve ser respeitado como pessoa e amado independentemente de sua ‘qualidade’, beleza ou utilidade. O socialismo vê na criança algo que está subordinado à vontade da sociedade”, diz trecho do texto.

 

Diante desta afirmação, a lista mostra o que cada um dos partidos citados como “perigosíssimos” pensam sobre o aborto, mostrando para os cristãos porque não é possível apoiá-los.
Entre as legendas citadas, encontramos o Partido dos Trabalhadores que defende em sua resolução a ” autodeterminação das mulheres, da descriminalização do aborto e regulamentação do atendimento a todos os casos no serviço público”.

 

O PSB, de Marina Silva, também está lista. Por ser um partido socialista, ele defende em seu estatuto a “gradual e progressiva socialização dos meios de produção” [23], a “abolição de todos os privilégios de classe” e a estatização da educação, ou seja, acabar com as escolas privadas.

 

Partidos como PSOL, PCdoB e PV, também defendem o aborto pregando a “autonomia das mulheres”, defendendo também outros temas contrários aos preceitos cristãos que são a descriminalização das drogas e o relacionamento homossexual.

 

Lista dos 12 partidos contrários aos princípios cristãos

 

1º Partido dos Trabalhadores (PT)
2º Partido Comunista Brasileiro (PCB)
3º Partido Popular Socialista (PPS)
4º Partido Comunista do Brasil (PCdoB)
5º Partido da Causa Operária (PCO)
6º Partido Democrático Trabalhista (PDT)
7º Partido da Mobilização Nacional (PMN)
8º Partido Pátria Livre (PPL)
9º Partido Socialismo e Liberdade (PSOL)
10º Partido Socialista Brasileiro (PSB)
11º Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU)
12º Partido Verde (PV)