Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 10/08/2014

Igreja Metodista estaria negociando venda de parte de suas universidades por R$ 250 milhões, diz jornal

sala-de-aula1A direção da Igreja Metodista no Brasil estaria negociando a venda de cinco das oito universidades que são mantidas pela denominação em todo o país.

 

De acordo com informações do jornal Valor Econômico, aproximadamente sete grupos empresariais que atuam nas áreas de educação estariam interessados em comprar o lote de universidades da Igreja Metodista.

 

As negociações girariam em torno de R$ 250 milhões, e envolveriam a Universidade Metodista de Piracicaba; a Faculdade de Birigui; o Centro Universitário Izabela Hendrix, em Belo Horizonte (MG); o Centro Universitário de Porto Alegre; e a Faculdade Metodista Santa Maria.

 

A revista Exame publicou em seu site que somadas, essas cinco universidades reúnem 25 mil alunos, e entre os interessados em adquiri-las estariam os grupos Ser educacional, Cruzeiro do Sul e Laureate e Whitney.

 

As universidades mantidas pela Igreja Metodista costumam ser descritas como referências em suas áreas de formação e elogiadas pela excelência de seus mestres.

Caso o negócio seja concluído, será a primeira vez no Brasil que universidades fundadas por uma igreja serão vendidas a um grupo educacional privado.

 

Saiba mais

 

Os cursos oferecidos pelas universidades mantidas pela Igreja Metodista abrangem áreas como Biológicas e Saúde, Comunicação, Exatas e Tecnológicas, Gestão e Negócios e Humanidades, além de cursos de pós-graduação.

 

A estrutura das universidades metodistas também servem à comunidade ao redor, com Hospital Veterinário, Pastoral Universitária, Policlínica, Núcleos de Arte e Cultura, Núcleos de Formação Cidadã, Portal de Emprego, publicações periódicas sobre assuntos Científicos e Acadêmicos, entre outros.

 

Além de receber alunos bolsistas oriundos do ProUni, mantido pelo governo federal, as próprias universidades da Igreja Metodista oferecem programas de bolsas, que são mantidos a título de contribuição social.

 

No site da Universidade Metodista de São Paulo – que não estaria inclusa nas negociações – a missão do projeto educacional mantido pela igreja é descrita como uma iniciativa para “participar efetivamente na formação de pessoas, exercendo poder de influência e contribuindo na melhoria da qualidade de vida, baseada em conhecimento e valores éticos”.

 

Fonte: Gospel+