Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/08/2016

Igrejas picaretas estão matando o rádio no Brasil

unnamed (2)

Não sei como são as coisas aí na cidade onde você mora, mas aqui em São Paulo está cada vez mais difícil encontrar algo que preste no rádio FM – no AM, então, a tragédia é generalizada. Tudo porque hoje há um domínio absurdo das igrejas no dial das rádios em São Paulo, uma situação de fazer o próprio Jesus ‘gorfar’ de tanto vomitar. Basta girar o botão de sintonia das emissoras para ser exposto a um dos mais nauseantes espetáculos de picaretagem explícita que você pode imaginar.

 
A pregação mentirosa transformou o rádio em um veículo de disseminação de estupidez e malandragem. São cada vez mais raras as emissoras que ainda mantém uma programação musical/jornalística. Em compensação, o resto é estelionato religioso na cara dura, com todo mundo prometendo resolver qualquer problema: câncer, saldo negativo no banco, unha preta, possessão demoníaca, sogra insuportável, espinhela caída, casamento acabado e toda sorte de ‘disgracêra’ que você imaginar. Um verdadeiro atentado à inteligência, mesmo para quem tem um nível de raciocínio próximo ao das lagostas.

 
Tal situação é muito mais que nociva. É bem perigosa. Tem tanta gente acreditando nessas patuscadas que vira e mexe ouvimos relatos de mortes por negligência familiar.

 
Só que esse tipo de situação decorre de uma safadeza das próprias emissoras: o aluguel de sua programação. Sim, é isso mesmo! Calma, eu explico…

 
Embora seja uma prática totalmente vetada pelo Código Geral de Telecomunicações, o arrendamento de emissoras de rádio se transformou em um multimilionário mercado de aluguel, algo completamente proibido para quem obteve concessão do poder público. A situação é tão grave que até o Ministério Público Federal resolveu entrar na briga judicial para acabar com essa safadeza que se alastrou para todos os cantos do Brasil.

 
A grande maioria das emissoras aluga o espaço de sua programação para Igrejas Evangélicas das mais variadas tendências, quase todas dirigida por gente que deveria estar na cadeia tomando café em caneca de lata amassada. Os valores dos aluguéis aqui em São Paulo chegam a inacreditáveis R$ 500 mil por mês!!!

 
Para piorar ainda mais, fiquei sabendo que há um troço chamado “paulistanização”, que é o processo pelo qual uma pequena emissora do interior do Estado, de alcance originalmente restrito, passa a ter uma potência de radiodifusão multiplicada na capital por intermédio de outras emissoras. Para isso, vale ampliar – e muito! – a potência de transmissão e sem qualquer autorização da Anatel, que é a Agência Nacional de Telecomunicações. Tem emissora que chega ao requinte de desonestidade instalando transmissores clandestinos no alto das serras que circundam a cidade de São Paulo, aumentando consideravelmente o alcance do sinal.

 
A única maneira de acabar com essa máfia é a Justiça agir rapidamente e com rigor. Interromper as transmissões imediatamente, lacrar os equipamentos em caso de desobediência de sentença judicial, determinar o bloqueio dos bens dos envolvidos, fiscalização incessante em cima desses picaretas. Caso contrário, teremos mais um meio de comunicação dominado por gente escrota e desonesta fazendo programação para energúmenos das mais variadas espécies que certamente são grandes ‘clientes’ em potencial.

Êeeee, Brasil….

 
YAHOO NOTÍCIAS