Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 26/12/2017

Imagem de Jesus é colocada em “cama de projéteis” para denunciar perseguição religiosa

Com o objetivo de chamar a atenção para as pessoas que sofrem no mundo por causa da fé, monges franciscanos de Assis, na Itália, criaram um presépio inusitado. A cada ano os religiosos criam uma cena diferente, que fica exposta do lado de fora da Basílica de São Francisco.

 

Em 2017, a imagem do Menino Jesus foi colocado numa cama feitas de projéteis. Os monges dizem que o objetivo é chamar a atenção das pessoas para a perseguição religiosa e a necessidade de paz. Ao todo, são 445 projéteis na peça. Essa é uma homenagem aos 445 sacerdotes, freiras, monges e professores de religião católicos mortos por defenderem sua fé, em todo o mundo, desde 2000.

 

“Pessoas de paz, pessoas de diálogo são mortas, torturadas e massacradas porque querem mudar os sistemas injustos em muitas sociedades”, lamentou o padre Enzo Fortunato. Ele ressalta que os presépios que fazem são uma maneira de chamar a atenção para diversos temas.

 

No Brasil, o presépio “temático” deste ano teve um foco bem diferente. O convento de Santo Antônio, no Largo da Carioca, Rio de Janeiro, colocou no cenário do nascimento do Salvador uma prostituta e um casal homossexual, um portador de HIV, um cadeirante, um casal de idosos e meninos de rua. Para compor o cenário, há manchetes de jornais que exemplificam a falta de oportunidades e a opressão enfrentadas pelos mais pobres.

 

Com informações de Daily Mail