Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 05/03/2015

Jean Wyllys leva caso dos Gladiadores do Altar ao MP, e Universal responde: “absurdo”

50Depois da polêmica gerada com o vídeo de rapazes do projeto “Gladiadores do Altar” em formação militar diante do altar Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) rebateu com críticas incoerentes, como de costume.

 

Depois de se manifestar, Wyllys pediu providências do Ministério Público. Em entrevista a Rádio Gaúcha na manhã desta quarta-feira (4), o deputado ressaltou que a Igreja Universal está montando uma espécie de “exército”, o que deve ser combatido com urgência.

 

“O Ministério Público e as autoridades já deveriam ter se manifestado”, afirmou. “Os soldados estão sendo treinados e formados para servir ao altar, e o propósito não está claro.”

 

Em sua página nas redes sociais, Jean Wyllys sugeriu que a Universal é “o monstro que emerge da lagoa” e especulou que há risco de “executar os ‘infiéis’ e ateus e empurrar os homossexuais de torres altas como vem fazendo o fundamentalismo islâmico no Oriente Médio”.

 

Resposta

 

Em resposta, a assessoria da Universal publicou ontem (3) uma retratação sobre as críticas que recebeu. “Ao tecer o comentário sobre os Gladiadores, ele contradisse sua própria afirmação, unindo seu ódio à burrice motivada e fez uma avaliação sobre um projeto do qual nada sabe a respeito, e sequer procurou saber antes de publicar tal injúria.”

 

“Buscar uma motivação violenta ou condenável em jovens uniformizados que marcham e cantam unidos em igrejas é tão absurdo quanto enxergar orientação fascista em instituições como o “Exército da Salvação” e o Movimento Escoteiro, ambas organizações mundiais com base cristã e que, como a Universal, também se utilizam a analogia militar de forma positiva e pacífica”, descreve a publicação.

 

A Universal esclareceu que o projeto Gladiadores do Altar, formado desde janeiro de 2015, oferece a seus membros uma disciplina somente espiritual. Os rapazes que formam o grupo são voluntários da Força Jovem Universal, programa social que desenvolve atividades culturais, sociais e esportivas para resgatar e amparar moradores de rua, viciados, jovens carentes e em conflito com lei.

 

Além disso, a Força Jovem promove campanhas de doação de sangue, de alimentos, roupas e livros para comunidades carentes e para clínicas de recuperação, oferece cursos profissionalizantes gratuitos a pessoas carentes e apoia socorristas com a entrega de água, alimentos e outros materiais necessários.

 

Fonte: Guiame, com informações de Zero Hora e Universal