Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 26/04/2017

Jogador do Chelsea teve pais mortos por serem missionários, na Nigéria

Em meio às tensões entre muçulmanos e cristãos, eles foram alvo de grupos terroristas islâmicos por serem missionários e terem sua própria igreja em Kaduna, cidade de 750 mil habitantes na Nigéria.

 

Depois que os pais de Victor foram assassinados, o pequeno se tornou o próximo alvo. Para que ele escapasse da morte, alguns amigos o esconderam por uma semana até que conseguiram enviá-lo sozinho para a Inglaterra.

 

Asilado político pelo Reino Unido, o garoto foi adotado por uma nova família na Europa e encontrou tranquilidade para cumprir seu destino de jogar futebol profissionalmente.

 

Hoje, Victor é titular da ala direita do Chelsea, líder do Campeonato Inglês e favorito à conquista da Premier League. No entanto, ele continua guardando os ensinamentos e princípios passados a ele por seus pais.

 

“Estejam onde estiverem, espero que eles estejam orgulhosos de mim, que eles olhem aqui para baixo e se encham de orgulho. Foi uma viagem longa [da Nigéria até a Inglaterra] e tive de me manter forte e trabalhar duro para chegar até aqui””, disse ele ao jornal britânico The Guardian, em 2012.

 

Guia me