Esportes

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 03/03/2016

Joia terá nova estrutura

ea56ec81-c5bd-42c5-a435-7f9302fbb179

Além do novo gramado, a reforma do estádo Alberto Oliveira, o Joia da Princesa, passa por sua estrutura – é a maior intervenção desde meados da década de 80. O estádio está sendo modernizado e vai ganhar equipamentos usados nas grandes praças esportivas.

 
Durante anos, para entrar no gramado ou chegar ao banco de reservas os atletas usavam dois túneis – cada time seguia pelo seu, separadamente. A reforma acabou com estes corredores longos, estreitos e escuros. Foram soterrados.

 
Na partida de reabertura, as equipes vão entrar em campo pelo mesmo túnel, semelhante aos usados nos mais modernos estádios. A estrutura será construída sob o setor das cadeiras numeradas e vai até próximo ao gramado.

 
As cadeiras numeradas serão trocadas e todo estádio vai passar por uma pintura geral com as cores de Feira de Santana. De acordo com Fernando Santos, chefe do estádio, metade das arquibancadas já passou por limpeza.

 
Outro avanço será na vigilância eletrônica. O estádio vai ganhar seis novas câmeras modelo domi – o mesmo modelo da usada no videomonitoramento da cidade, que tem alta definição e giro de 360 graus, capazes de “espiar” todas as arquibancadas.
Outras câmeras de modelos diferentes serão instaladas na área interna do estádio – sob as arquibancadas. “A cidade vai ganhar um estádio bonito e moderno”, disse o chefe do estádio. O Joia tem capacidade para 16.282 torcedores sentados.

 
Os bancos dos reservas também irão mudar. Antes, os jogadores e comissão técnica, se sentados, tinham a visão da partida prejudicadas. A reforma mudou esta perspectiva: os bancos ficarão no mesmo nível do campo, com cobertura de proteção.

 
Secom