Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 06/05/2016

Judeus rejeitam ajuda de evangélicos por medo de conversão cristã

7

De acordo com uma líder de oração nos Estados Unidos, Carol Butler, os judeus desprezam e criticam os evangélicos que apoiam e oram por Israel e seu povo. Membro da organização Centro Cristão Victory, em Oklahoma, que atua em parceria com uma sinagoga israelense que ajuda a comunidade judaica, Butler diz que apesar da rejeição, as pessoas são motivadas por uma ideia simples, mas poderosa: “Nós oramos porque amamos Israel e o povo judeu”, afirmou.

 
Carol acredita que suas orações não são bem-vindas pelos judeus. “Oro para que o povo judeu um dia aprecie o nosso amor e preocupação, em vez de confundi-la com ódio e antissemitismo, que era como os cristãos e judeus costumavam se relacionar”.

 
A fim de ajudar a comunidade judaica, o Centro Cristão Victory promove todos os anos “Uma noite Para Honrar Israel” com o objetivo de arrecadar fundos para o país.

 
Kellen Davison, fundador da organização “Reconciliação com Israel” e co-fundador do projeto “Comunidade de Israel”, trabalha para promover essa religação com Israel e conta que entre as orações mais pedidas são de segurança pelos judeus e unidade espiritual com os cristãos. Davison explicou que muitos judeus temem que os cristãos tentem “convencê-los a abraçar uma crença não-judaica”.

 
De acordo com o israelense Yael Eckstein, vice-presidente da Sociedade Internacional de Cristãos e Judeus, o mundo judaico está aprendendo que os cristãos podem amar Israel sem ter a intenção de estabelecer missões ou convertê-los.
“Finalmente, chegamos no ponto em que as organizações judaicas estão dispostas a aceitar doações dos cristãos, mas nós realmente precisamos fazer mais. Precisamos alcançar cristãos sionistas para que nos apoiem. Precisamos aceitar que os cristãos sionistas são parceiros estratégicos no futuro de Israel, se quisermos ter um futuro no Oriente Médio”, disse ele.
O sionismo cristão é um movimento em que alguns cristãos, especialmente protestantes, acreditam que o retorno dos judeus à Terra Santa e o estabelecimento do Estado de Israel está de acordo com as escrituras.

 
GOSPEL+