Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 21/09/2017

Justiça nega censura para peça com Jesus trans

A Justiça do Rio Grande do Sul rejeitou um pedido para proibir a apresentação da peça “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”, que traz a atriz trans Renata Carvalho no papel de Jesus. O pedido foi feito por um advogado.

 

O juiz José Antônio Coitinho argumentou que “censurar arte é censurar pensamento e censurar pensamento é impedir desenvolvimento humano”. O magistrado também falou da importância de garantir a liberdade de expressão.

 

“Transexual, heterossexual, homossexual, bissexual, constituem seres humanos idênticos na essência, não sendo minimamente sustentável a tese de que uma ou outra opção possa diminuir ou enobrecer quem quer que seja representado no teatro”, afirmou o juiz.

 

A peça, que tenta fazer uma reflexão sobre o preconceito em relação as questões de gênero, já foi proibida pela Justiça de Jundiaí, no interior de São Paulo. Mas foi ovacionado em Rio Preto.

 

Com a autorização, o espetáculo, que traz o texto de Jo Clifford, dramaturga transgênero, segue em cartaz.

 

A TARDE