Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 04/07/2014

Justiça nega indenização à ex-pastor da Igreja Universal

imagesUm ex-pastor da Igreja Universal do Reino de Deus entrou na justiça pedindo indenização por ter sido afastado da denominação sob acusação de adultério.

 

No processo julgado recentemente pela 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro ele pedia uma participação do patrimônio da IURD por ter trabalhado como pastor por 14 anos, participando de programas de TV, rádio, jornais impressos e até em campanhas políticas.

 

Mas na decisão, os desembargadores negaram o recurso do ex-pastor dizendo que o pedido de indenização é improcedente. A relatora da ação, a desembargadora Maria Augusta Vaz, manteve a sentença da 11ª Vara Cível da Capital que também havia negado o pedido.

 

Pelo entendimento da Justiça, a relação entre o ex-pastor e a IURD é de natureza religiosa e não econômica, por isso ele não tem direito ao patrimônio da igreja.

 

A magistrada entendeu que o ex-pastor conhecia as normas da Igreja Universal antes de assumir o cargo e que as decisões inerentes à conduta de seus membros são avaliadas pela própria igreja.Ela ainda anotou na sentença que ele exerceu apenas as funções relacionadas ao cargo de pastor que é propagar o evangelho, não sendo possível exigir indenização por uso de imagem.