Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 18/12/2017

Kaká anuncia aposentadoria do futebol, agradece a Deus e diz: “Eis-me aqui”

Ricardo Izecson dos Santos Leite, o Kaká, 35 anos, anunciou sua aposentadoria como jogador de futebol em uma entrevista que foi ao ar no último domingo, 17 de dezembro, e usou as redes sociais para, mais uma vez, expressar sua fé em Jesus Cristo e agradecer a Deus pelas conquistas que alcançou como atleta profissional.

 

A fé foi uma marca indelével na carreira do jogador que surgiu para o mundo em 2001, no São Paulo Futebol Clube. Desde as primeiras entrevistas mais pessoais, falava sobre a tradição evangélica em sua família e o compromisso de se casar virgem.

 

Seu casamento, na antiga sede da Igreja Renascer em Cristo, terminou por ser uma ocasião de evangelismo, já que personalidades diversas do mundo do futebol vieram da Europa para vê-lo fazer a aliança com Caroline Celico, e terminaram por ouvir um sermão que explicava a convicção do jovem jogador em escolher esperar o casamento para conhecer o sexo.

 

Sucesso

 

O talento no futebol logo chamou atenção de grandes clubes europeus quando Kaká, em 2002, foi convocado por Luiz Felipe Scolari para disputar a Copa do Mundo de 2002 pela Seleção Brasileira. Em 2003, transferiu-se para o Milan, da Itália, onde conquistou todos os principais títulos que disputou e foi eleito o Melhor do Mundo em 2007.

 

Em 2009, transferiu-se para o Real Madrid, onde chegou cercado de expectativas, mas terminou prejudicado por causa de lesões. Até então, a imprensa referia-se a Kaká como um jogador “meio homem, meio máquina”, por causa de sua força física, arrancadas com a bola dominada e capacidade de coordenação tática.

 

Essa foi a primeira má-fase do jogador, que se prolongou por alguns anos. Em 2013, rescindiu o contrato com o clube espanhol, e retornou ao Milan para uma curta temporada. No meio de 2014, assinou contrato com o Orlando City, dos Estados Unidos, mas como só poderia jogar em 2015, disputou o Campeonato Brasileiro pelo São Paulo, onde foi vice-campeão.

 

Aposentadoria

 

Agora, após três temporadas nos Estados Unidos, decidiu que era hora de pendurar as chuteiras: “Pai, foi muito mais do que eu pedi ou imaginei! Obrigado! Eis-me aqui para próxima jornada. Em nome de Jesus. Amém”, publicou o atleta no Twitter.

 

A divulgação da aposentadoria havia sido feita momentos antes, durante a exibição de uma entrevista concedida a Galvão Bueno, no Esporte Espetacular, da TV Globo. “A minha palavra final é que o ciclo da minha carreira como jogador profissional se encerra aqui”, disse Kaká.

 

Gospel +