Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 28/11/2017

Lei proíbe empresas de utilizar papel térmico; vereador cobra fiscalização

No uso da tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na sessão ordinária desta terça-feira (28), o vereador Edvaldo Lima cobrou do Procon ação mais efetiva para obrigar o cumprimento da Lei 320/2015, que dispõe sobre a proibição do uso de papel térmico na impressão de comprovantes bancários e nos estabelecimentos comerciais no âmbito do município de Feira de Santana.

 

“Como vice-presidente da Comissão de Reparação, Direitos Humanos, Defesa do Consumidor e Proteção à Mulher desta Casa, solicito que a Superintendente do Procon, Suzana Mendes fiscalize a cumprimento desta lei nas agências bancárias e estabelecimentos comerciais de Feira de Santana, uma vez que esses comprovantes impressos nesse tipo de papel apagam em 15 dias”, reivindicou.