Coluna Especial

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 09/08/2017

Lembre-se de não esquecer!

Qual a pior coisa sobre cometer um erro? Acredito que seja o pós, o sentimento que a gente enfrenta por ter errado, as consequências, a vergonha, a sensação de olhar pra si mesmo e se sentir tão sujo, falho, errado… É uma das piores sensações, aquela de que você errou de novo, falhou de novo, decepcionou de novo.

 

Mas, ah! A graça é maravilhosa, a graça é abundante, a graça é divina! Tá tudo certo, a graça é isso aí mesmo! E a gente se arrepende, volta a ficar bonzinho, comportado, e daqui a pouco… Bom, daqui a pouco a gente já errou de novo!

 

Uma das vezes em que cometi um erro de muitos que eu já cometi, minha prima veio falar comigo: “Sabe essa sensação que você está sentindo agora? Sabe todo esse sentimento ruim, triste e dolorido que está em você? Então, não esquece dele, e lembra disso na próxima vez que você sentir tentação sobre qualquer coisa.”

 

Lembre-se de não esquecer. Não esqueça desse sentimento! Quando estamos à beira de cair, quase cedendo à tentação, quando estamos frágeis e nada nos faz voltar a raciocinar com clareza, essa lembrança, esse simples ato de não esquecer do sentimento que você vai passar depois da má escolha, te faz retornar, ele te traz de volta e te recoloca o raciocínio, pode te fazer decidir melhor e te livrar de muitas outras péssimas escolhas. A gente precisa aprender a tirar lições dos nossos erros. Deus trabalha para o nosso bem, é verdade. Ele não faz as coisas ruins acontecerem, mas Ele nos oferece coisas boas de situações ruins que acabamos entrando, e um fato que está sempre embutido em um momento ruim é: você pode aprender com aquilo!

 

A vida é muito mais que seus erros, é verdade! A vida é mais que suas falhas e seus defeitos. Mas a gente não pode simplesmente abraçar a graça e o fato de que Deus perdoa e acabar se confundindo de que isso se torna uma carta de liberação para que façamos tudo o que bem entendermos… Não! Lembra do verso: “Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém.” Você pode fazer tudo, mas lembre-se: Há consequências! Esse é o lembrete que nos faz pensar duas vezes!

 

A graça é ilimitada e está sempre disponível, fica tranquilo! Mas vigia, pensa nas suas decisões, pensa no que você quer viver! Pensa em como você quer passar os dias… Numa incansável busca por um momento de paz ou em uma vida que não é perfeita e nem livre de problemas, mas onde sua consciência pode descansar tranquila, onde você sabe que não é livre de defeitos, mas é livre para ser você, livre de escolher errado, livre de ter que conviver com sentimentos tão mortais o tempo todo!

 

GUIAME