Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 03/05/2016

Lula nega que filho seja dono do Telegram e diz que Whatsapp não é ‘filiado ao PT’

lula-conversa-blogueiros-620x336

A página do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Facebook ironizou uma corrente de redes sociais que vincula o bloqueio do aplicativo Whatsapp a interesses da sua família.

 

A mensagem que se tornou viral diz que o filho de Lula seria dono do concorrente do Whatsapp, Telegram, e também da Oi. Ele teria então “inventado” o bloqueio da ferramenta para forçar a migração dos usuários. “E está funcionando, pois em menos de 48h foram mais de 60 milhões de downloads. Compartilhem. É o Lula e sua tropa por traz disso”, acusa o texto.

 

A equipe que cuida da rede social de Lula ironizou as informações. “Em primeiro lugar, Telegram se escreve com “m”. E a história de que o aplicativo seria de um dos filhos de Lula não é verdade. Infelizmente”, brinca o perfil. “Aproveitamos para informar também que o WhatsApp, apesar de constantemente bloqueado pela justiça brasileira, não é filiado ao PT”, completa. O Whatsapp foi bloqueado nesta segunda-feira (2), após decisão judicial, e parou de funcionar por volta das 14h.