Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 17/12/2014

Mais de 250 pessoas já participaram da Ronda de Testagem, que detecta o HIV

TESTAGEM DA AIDS NA POLICLINICA DA RUA NOVA Foto Arivaldo Publio (5)Mais de 250 pessoas já fizeram o teste rápido que pode detectar a presença do HIV, vírus que causa a aids, no organismo. A “Ronda de Testagem”, formada por equipes treinadas para fazer o teste, está percorrendo as policlínicas de Feira de Santana. Nesta segunda-feira os exames foram realizados na Policlínica Francisco Martins da Silva, na Rua Nova.

 

O grupo já passou pelas unidades do Parque Ipê, Tomba e a localizada no distrito de Humildes, mais no Centro de Saúde Especializado Dr. Leone Leda. No dia 18 vai estar na policlínica do Feira X, dia 19 o serviço vai ser prestado na UPA24h, na Mangabeira e no dia 22, na policlínica do George Américo.

 

No Tomba foram detectados dois casos positivos para a doença. As pessoas foram encaminhadas para consultas e exames complementares no Centro de Aconselhamento, onde receberam os medicamentos – antiretrovirais. No exame é usada apenas uma gotinha de sangue e o resultado é apresentado em apenas 15 minutos. A orientação é que deve fazê-lo quem se relacionou sexualmente sem camisinha.

 

De acordo com técnicos do setor, além da resistência tradicional em fazer exames, o comportamento é potencializado pelo fato de ele morar no local onde o teste está sendo realizado. Ao contrário dos outros locais, na Rua Nova, até o final da manhã, a maioria das pessoas que fizeram o exame foi formada por homens. Antes, passaram por aconselhamento e receberam alguns preservativos.

 

Para R., quem fez sexo sem camisinha deve fazer o teste. “É uma maneira de tranqüilizar”, diz ele, que as pessoas devem praticar o sexo seguro, sempre. “Em algumas situações as coisas desandam, mas é preciso estar atento e não se permitir a este comportamento inadequado”. M. disse que pela primeira vez fez o teste. “Há mais de seis anos que sempre uso camisinha nas relações. E quem algum dia não usou o preservativo é bom que faça o exame”.