Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 11/12/2017

Mais de 7 mil pessoas são batizadas às margens do Rio Negro, no Amazonas

Mais de sete mil pessoas foram batizadas na última sexta-feira (8) na praia da Ponta Negra, às margens do rio Negro, em Manaus. A cerimônia foi conduzida pela Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Amazonas (Ieadam) e reuniu cerca de 1.176 congregações.

 

Pessoas de diversas regiões da capital amazonense foram batizadas por cerca de 450 pastores que participaram como voluntários, segundo o pastor Raimundo Chagas coordenador do evento.

 

“Só hoje batizamos 7.420 pessoas, mas no interior do estado somamos 12 mil novos membros da Ieadam. Esses novos participantes são aqueles que tomaram a decisão de aceitar a Jesus como salvador. Tinham vidas sem esperança e, após a palavra, decidiram servir a Cristo. Eles passam por um período de orientação durante três meses, antes do batismo nas águas”, disse o pastor ao jornal A Crítica.

 

A partir de uma balsa no meio do rio, o pastor Jonatas Câmara, presidente do Ieadam, pregou uma mensagem aos fiéis que seriam batizados na cerimônia.

 

“Essa igreja nasceu às margens do rio negro. Nossos pioneiros ganharam vidas para Jesus. Foi através desse exemplo que podemos ver nossa comunidade querer estar mais junto de Deus. É muito bonito ver as famílias, jovens e crianças, com a certeza que optaram pelo caminho da salvação”, disse Câmara.

 

O batismo nas águas também contou com apresentações musicais de cantores como Ana Paula Valadão e Ozéias de Paula. A cerimônia se iniciou às 15h30 e durou duas horas.

 

A maioria das pessoas que se batizaram são jovens entre 14 e 25 anos. Emmanuele da Silva tem apenas 12 anos, idade mínima para ser batizada na Ieadam, mas aguardava ansiosa pela cerimônia.

 

“É algo emocionante e diferente. É a nossa morte mundana, é quando deixamos todos os nossos erros de lado começamos a viver para cristo e o espírito santo dele começa a viver em nós por completo”, explicou.

 

Esta foi a 17ª edição do batismo em águas, que também celebrou o aniversário de 100 anos da Ieadam em Manaus e outros 61 municípios do Amazonas.

 

GUIAME