Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 07/07/2016

Malafaia comenta ameaça de processo de Zé de Abreu: “Quem anda comigo não tolera cusparada”

pastor-silas-malafaia3O entrevero entre o pastor Silas Malafaia e o ator José de Abreu por causa das denúncias de corrupção envolvendo beneficiários da Lei Rouanet continua repercutindo, e o líder evangélico alertou o artista – conhecido por cuspir em quem discorda dele – para ter bons modos.
Abreu rebateu as acusações feitas por Malafaia de que estaria inadimplente com prestações de conta de um espetáculo que recebeu recursos oriundos da Lei Rouanet, que permite a empresas com impostos a pagar que aplique parte desse valor em patrocínios a eventos artísticos.
Segundo o ator, ele não deve nenhuma prestação de conta ao Ministério da Cultura, e afirmou que processará o pastor por causa das acusações feitas no Twitter.
Na última segunda-feira, 04 de julho, Malafaia voltou ao tema para dizer que será um prazer encontrá-lo nos tribunais e que tem mais coisas a revelar sobre o ator, que é militante petista.
“Vai ser um prazer inenarrável encontrar com Zé de Abreu na Justiça. Eu só mostrei uma coisinha. Mais uma, Alexandre Frota manda abraços kkkkkk”, escreveu o pastor, fazendo referência às críticas feitas por Frota a Abreu no episódio da cusparada. À época, Frota não poupou críticas ao colega de profissão, afirmando que ele “mama na teta dos governos com a lei Rouanet”.
Malafaia foi adiante e afirmou que o ator é mentiroso: “Vou repetir: Zé de Abreu mamou nas tetas dos governos do PT, e depois, foi no Faustão derramar lágrimas de crocodilo. MENTIU DESCARADAMENTE! É só ver quem quem patrocinou Zé de Abreu através das propagandas dos patrocinadores. SÓ ESTATAL! Você não tem moral para falar nada. PETRALHA!”, escreveu o pastor.
Por fim, o líder evangélico disse que se for cuspido por José de Abreu, não reagirá, mas não garante que os que andam com ele reagirão pacificamente: “Só dou uma dica para o Zé. Não cospe em mim, a turma que me acompanha não tolera cuspe. Eu até deixo passar, sou pastor, mas quem anda comigo, não”, escreveu, possivelmente referindo-se aos seus seguranças e assessores.

 

 

GNOTÍCIAS