Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 05/07/2018

Marco Feliciano causa polêmica ao questionar se depressão é doença ou ação de demônios

O deputado federal pastor Marco Feliciano (Podemos-SP) gerou uma grande polêmica no Facebook ao questionar aos seus seguidores se a depressão é uma doença ou ação de demônios.

 

A enquete tem sentida se trazida para o meio evangélico que começa a entender que a doença pode atingir qualquer pessoa, inclusive pastores e cantores como vimos nos últimos meses.

 

Mas quem não percebe a realidade do meio evangélico começou a criticar o pastor por associar uma doença tão grave e que tem levado milhares de brasileiros a cometerem suicídio com ações demoníacas.

 

As críticas contra Feliciano foram direcionadas à sua fé e sua posição como pastor evangélico. “Marco Feliciano ler os teus posts dá depressão, porque fico pensando que um país tá submetido a um parlamentar demônio igual a você. Realmente, você deixou na dúvida”, escreveu um internauta.

 

“Por que não há pastores realizando cura em Hospitais? Depressivos precisam de apoio médico. Já o teatro funciona muito bem em algumas igrejas”, escreveu outro.

 

Outros usuários aceitaram debater o assunto e deram suas opiniões de forma respeitosa, discutindo as causas e sintomas da depressão sem agredir o parlamentar.

 

“Depressão não é só tristeza. Essa doença tem inúmeros sintomas. Se fosse apenas “o inimigo”, uma oração funcionaria, mas não é o caso”, comentou uma usuária.

 

“Se fossem demônios muitos profetas foram possessos Elias entrou em depressão profunda e se escondeu em uma caverna até a morte pediu a Deus, sem contar com Jesus que transpirava sangue ao saber que aproximara de sua morte, então não misture gente, depressão precisa de tratamentos! Aproximar de Deus se torna isso muito mais fácil!”

 

 

JM Notícias