Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 14/06/2017

Meninas cristãs são forçadas a se tornarem ‘prostitutas’ em templos hindus, na Índia

Meninas cristãs estão sendo pressionadas por seus pais a cumprirem uma tradição religiosa hindu, praticada na Índia há mais de 5 mil anos, que as tornam prostitutas pelo resto de suas vidas.

 

Conhecidas como “devadasis” ou “servas da deusa”, as jovens consagram suas vidas à deusa Yellamma e servem como “prostitutas do templo”, satisfazendo as necessidades sexuais dos homens de sua comunidade.

 

A prática foi proibida pelo governo indiano em 1988, mas as famílias pobres que vivem na Índia e no Nepal continuam oferecendo suas filhas para fazer uma oferta aos seus deuses.

 

Sumani, de 16 anos, é uma das jovens que têm sido pressionadas por sua mãe para se tornar uma devadasi. Ela tem encontrado apoio de missionários da organização Mission India, onde tem participado de estudos bíblicos.

 

Erik Morsehead, da Mission India, observou que há muitas outras meninas em situações semelhantes a de Sumani. “Há uma estimativa de 50 mil devadasis apenas no sul da Índia”, ele apontou ao site Mission Network News.

 

“Essas meninas, muitas vezes, vêm das castas mais baixas e seus pais as entregam aos templos como oferendas, a fim de apaziguar os deuses. Essas meninas são colocadas em um estilo de vida muito trágico”, Morsehead acrescentou.

 

A jovem Sarita também cresceu como um devadasi, mas conheceu a Cristo através dos estudos bíblicos promovidos pela Mission India. “Através do amor e da graça de Jesus, ela deixou de ser uma devadasi, mesmo que isso dê muito dinheiro”, disse Morsehead.

 

“Por causa da atitude de Sarita, suas pequenas filhas também não irão se prostituir. Ela quebrou esse laço em sua família. Agora, suas duas meninas estão indo para a escola e crescendo em um lar cristão amoroso”, contou Morsehead.

 

Além de problemas sociais como este, os cristãos têm enfrentado muitos desafios na Índia, onde representam uma minoria da população.

 

“Em toda a Índia, militantes hindus têm ameaçado e assassinado os membros das igrejas”, disse Paul Robinson, da organização Release International. “Os extremistas tentaram forçar os cristãos a renunciarem à sua fé e se converterem ao hinduísmo. Eles têm bombardeado, incendiado, vandalizado e demolido igrejas”.

 

GUIAME