Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 25/01/2017

Ministério da Saúde corrige dado e descarta caso de febre amarela na Bahia

cO Ministério da Saúde (MS) corrigiu nesta terça-feira, 24, a informação divulgada na noite da segunda, 23, sobre o primeiro caso confirmado de febre amarela na Bahia. Em nota publicada no site o ministério informou que nenhum caso de febre amarela foi confirmado no estado.

 

O boletim informa que foram notificados sete casos da doença no estado, sendo que um já foi descartado e outros seis seguem em análise. De acordo com o ministério os casos foram registrados em três cidades, mas não informou quais.

 

Já a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informou que, até a manhã desta terça-feira, tem registro de apenas três casos de suspeita da doença, na cidade de Teixeira de Freitas, localizada no extremo sul do estado.

 

O MS destacou que enviou à Bahia 400 mil doses extras para vacinação preventiva da população na área recomendada.

 

Vacinação

 

A Sesab recomenda que a população de 66 municípios da Bahia se vacine contra a febre amarela. A secretaria leva em consideração a situação epidemiológica da doença no país, com a ocorrência recente de óbitos em São Paulo, Goiás e Minas Gerais, incluindo regiões que fazem divisa com a Bahia, e por isso é necessário reforçar ações de monitoramento, vigilância e controle da doença e intensificando a imunização.

 

De acordo com a Vigilância e Proteção à Saúde, a vacina deve ser tomada por crianças a partir dos nove meses e pelos adultos que ainda não estão imunizados. Já para as pessoas acima dos 60 anos e para os imunodeprimidos, como os transplantados, a vacinação deve ser feita apenas com recomendação médica.

 

A TARDE