Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 29/05/2015

Moradores da Rua Nova e Feira VI entraram na luta contra o mosquito

31Moradores dos bairros Rua Nova e Feira VI foram convocados nesta quinta-feira, 28, a entrar na luta contra o mosquito aedes aegypti. A mobilização foi para chamar a atenção da comunidade para a prevenção da dengue e da febre chicunkunya.

 

Levando cartazes e faixas, estudantes da Rua Nova saíram em caminhada por algumas ruas do bairro chamando a atenção dos moradores. Frases como “Água parada nem pensar” e “Limpar a casa” indicava as formas de prevenção ao mosquito.

 

Além deles, agentes de saúde, lideranças comunitárias e os profissionais de saúde também participaram da caminhada. “Por mais que chamemos a atenção sobre a necessidade de adotarem alguns cuidados sempre há algum morador que descuida”, observou a enfermeira Ivana Soares. Na oportunidade foram distribuídos sacos de lixo.

 

A professora da Escola Municipal Célida Soares, Vanessa Lima, afirmou que os jovens são fonte de informação para os pais, contribuindo assim para disseminar as orientações de prevenção a dengue e a febre chicunkunya nas residências. “Não é mais uma questão de ignorância, mas falta de consciência de cada um de fazer a sua parte”.

 

Enquanto isso, no Feira VI, agentes comunitários de saúde, prepostos do Departamento de Educação em Saúde, enfermeiros e profissionais do Nasf (Núcleo de Atenção à Saúde da Família), além de estudantes da Uefs, saíram de casa em casa, sobretudo nas ruas onde foram registrados maior número de notificações levando orientações aos moradores e distribuindo material informativo.

 

Segundo a enfermeira Naluse Coutinho como grande parte dos moradores é universitária, é comum encontrar os domicílios fechados. “Mas, ainda assim, saímos de casa em casa”. Eles foram orientados a deixar caixas de água tampadas, não deixar água acumulada e manter os quintais sempre limpos. “São pequenas e simples atitudes que ajudam a combater a proliferação do mosquito transmissor da dengue e da febre chikungunya”.