Mens. & Reflexões

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 24/02/2015

No teu quarto – O segredo da oração secreta

downloadTu, porém, quando orares, entra no “teu quarto” e fechada a porta, orarás a teu Pai, que vê em secreto te recompensará (Mateus 6:6).

 

Certa vez escrevi dizendo que a Igreja de nossos dias gasta mais tempo (e dinheiro) com marketing e divulgação do que com os joelhos gastos no chão. E verdadeiramente estamos vivendo (e isso já faz tempo) uma crise no que se refere à oração na vida de muitos crentes.Um grande homem de Deus chamado Leonard Ravenhill disse que nenhum homem é maior que sua vida de oração. E de fato, não há como um homem se tornar uma referência espiritual segundo o padrão de Deus se não tiver uma vida de oração e devocional com Ele.

 

A oração é a respiração da alma. Por isso, em se tratando de um princípio espiritual, a negligência da oração na vida de um crente é como desligar os aparelhos de um doente terminal, onde se consegue viver por um tempo, mas que aos poucos vai caminhando para um caminho de morte.

 

As pessoas não percebem a importância que tem a oração, o falar com Deus e o reflexo disso no mundo espiritual.

 

Por anos congreguei numa igreja sempre teve como característica a oração, sendo um referencial nesse sentido. O hábito daquele lugar era antes do culto, “você ter um particular com Deus”. Mas como o passar do tempo notou-se que aquele tão importante hábito espiritual, que é a oração em secreto, havia sido substituído pela conversas, ou pelo entretenimento. O imediatismo da vida e os interesses pelas coisas deste mundo tiraram tempo das pessoas pensarem e Deus. Comecei a notar que a oração habitual ficou em segundo plano e o que se via neste lugar, do pórtico ao altar, ou seja, dos bancos das igrejas até o púlpito era orações ‘fast food’, estilo “miojo”,de no máximo 3 minutos. A negligência que vi no púlpito era ainda maior, pois a oração foi substituída por cumprimentos imediatistas de uma falsa comunhão entre os líderes e irmãos.

 

E tudo isso nos mostra o quanto estamos precisando orar conforme os ensinamentos de Cristo. E Cristo nos ensina a orar diferentemente daquilo que algumas pessoas estão acostumadas.

 
Algumas pessoas que estão acostumadas a somente orar somente no templo, como os judeus, outros, porém, acham que o Senhor se manifesta mais nos montes como os samaritanos. Porém, Jesus nos ensina uma oração diferente daquela que tanto os judeus, quanto os samaritanos estavam ‘acostumados’.

 

Cristo nos ensina a oração secreta, aquela que se faz no teu quarto.

 

Quando indagado por alguns religiosos como orar, Jesus diz nos ensina algo muito importante:

 

Entra no teu quarto – O quarto é um lugar reservado, um lugar único de sua intimidade. Um lugar não somente para dormir, para descansar, mas onde você guarda suas coisas e tudo aquilo que te pertence. Quando Jesus nos ensina a orar ao entrar no quarto, Ele estava nos mostrando que a oração não pode ser algo sem atenção e sem a devida dedicação, mas algo “exclusivamente” entre você e Deus. Em algumas versões se diz: “Entra no teu aposento e …” Aposento não significa apenas quarto, mas residência e moradia. Então, independente do lugar, o objetivo de Deus é que você chegue a Sua Presença no lugar que Ele reservou para você.

 

Fechada a porta – Fechar a porta significa “não deixar que nada, nem ninguém venham atrapalhar sua comunhão com Deus. Fechar a porta é deixar para trás aquilo que é exterior, tudo aquilo que externamente te faz dispersar, buscar no interior do teu quarto a presença de Deus. Muitas vezes o mundo exterior acaba nos envolvendo com suas preocupações e seus males. Isaías disse:“Vai, pois, povo meu, entra nos teus quartos e fecha as tuas portas sobre ti, esconde-te só por um momento, até que passe a ira” (Is 26:20).Como já foi dito, aposento significa também um lugar como uma moradia e casa .

 

Quando da passagem (páscoa) do povo de Deus pelo Egito uma praga seria lançada sobre as portas, onde o destruidor viria . passaria a ferir os egípcio e consumiria a todos. Porém, aqueles que tivessem o “sangue do Cordeiro” nos umbrais das portas, estes não sofreriam o dano (Ex 12: 21-23). E foi o que aconteceu. O destruidor passou nas portas dos ímpios e os destruiu, porém ao povo do Senhor, dano nenhum houve.Da mesma forma, a nossa casa, nossos aposentos e nossos quartos devem estar protegidos pelo “sangue de Jesus”. Através da obediência na oração, podemos clamar ao Senhor e ver o Senhor nos livrar. Como diz o salmo 34:Busquei o SENHOR e Ele me respondeu, e dos meus temores todos Me livrou (Sl 34:4).

 

Orarás ao teu Pai – Na Antiga Aliança haviam vários nomes para designar o Deus de Israel. Cada nome significava algum atributo que Deus tinha , sendo que Israel de forma nenhuma ousava pronunciar o nome do Senhor . O povo do Senhor era conhecido como “Filhos de Israel”. O profeta messiânico Isaías chegou a mencionar o Senhor como Pai (Is 63:16;64:8). Porém Jesus nos ensinou que o Senhor não era apenas o Senhor daquela nação, mas Pai para todo aquele que crê Nele. Como diz a palavra:

 

E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus. (Mateus 23:9)
Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome (João 1:12)

 

Jesus nos mostrou que o Deus dos hebreus era além de Criador e Senhor, era também Pai.Não era mais o Deus vingador da Lei, mas o Pai amado do tempo da Graça. Já não era mais o Deus inatingível, mas um Pai presente. Um Pai que não nos desampara quem O busca , que ouve o clamor de um filho e que recompensará segundo suas obras (Salmos 9:9-10; Apocalipse 2:12).
4. O teu Pai que vê em secreto te recompensará – A palavra do Senhor diz que o Senhor recompensará conforme as nossas obras (Romanos 2:6). A palavra de Deus diz que o Senhor é galardoador para todos aqueles que O buscam (Hb 11:6).

 

Por Anderson Cassio de Oliveira ( Gospel)