Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 13/02/2015

Nomes bíblicos são a preferência em cartório do Hospital da Mulher

1222015164819Davi, Ezequiel, Sara, Rute, Lucas, Miguel e Ana. Todos nomes bíblicos e que estão entre os mais usados pelos pais no Cartório de Registro Civil, localizado no Hospital Inácia Pinto dos Santos, o Hospital da Mulher. Desde que foi retomado o serviço, em dezembro do ano passado, cerca de 250 documentos já foram emitidos na unidade.

 

Os bebês registrados no cartório do Hospital da Mulher nasceram na unidade hospitalar ou em outras maternidades de Feira de Santana e até mesmo da região. “Orientamos os pais a não colocar nomes muito grandes e nem estranhos, porque no futuro essa criança poderá questioná-los”, explica o preposto do Cartório de Registro Civil, Evandro Barbosa. “Sempre busco pesquisar o significado do nome na internet antes de registrar, principalmente quando nunca ouvi”, salienta Evandro.

 

A emissão do documento é resultado de convênio entre a Fundação Hospitalar de Feira de Santana e os cartórios, que foram instalados no ambulatório do Hospital da Mulher e outro no Hospital Municipal da Criança. A certidão é a primeira garantia de cidadania e direito a todos os brasileiros.

 

Podem solicitar o documento o pai do recém-nascido ou a mãe, acompanhada do pai. “Caso a criança não tenha a paternidade reconhecida, a mãe poderá registrá-la sozinha”, esclarece o funcionário. O documento de identificação da criança é fornecido gratuitamente.

 

Devem apresentar um documento de identificação com foto, a exemplo do RG, Carteira de Trabalho ou a Carteira Nacional de Habilitação, bem como a guia do DNV (Documento de Nascido Vivo), que é emitida na maternidade pelo enfermeiro. Os pais, sendo casados, deverão levar também a certidão de casamento.