Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 03/07/2018

Novo mobiliário urbano garante mais conforto e segurança para usuários de transporte público

Com o objetivo de oferecer mais conforto e segurança, 50 novos abrigos para parada rápida em ponto de ônibus urbano do Sistema Integrado de Transporte (SIT) e também do novo Sistema de Transporte Público Alternativo e Complementar (STPAC), que passa a operar nos próximos meses, foram instalados na área urbana e em parte da zona rural de Feira de Santana.

 

O investimento da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT), foi de R$ 230.500 mil com recursos próprios na fabricação de dois tipos de estrutura do mobiliário urbano: abrigos nas dimensões 3 metros por 2,5 e 3 metros por 2.

 

O novo equipamento possui amplo assento em madeira medindo 2,60m de largura, além de cobertura em chapa galvanizada, estrutura metálica com utilização de tubos com pintura em esmalte sintético e aplicação de base anticorrosiva resistente à ação do tempo.

 

Segundo o secretário Saulo Figueiredo (foto), além de atender o usuário de transporte público, a opção por dimensões diferenciadas do novo mobiliário adequa-se às calçadas da cidade e prioriza, principalmente, as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

 

“Estudos técnicos da SMTT e solicitações da comunidade contribuíram na escolha de cada local de instalação de forma que não comprometesse a locomoção do cidadão e uso do espaço público [calçadas]”, explica o secretário.

 

Todos os abrigos possuem identidade visual através de padronização com brasão do município aplicado em adesivo semibrilho, impresso em policromia ocupando espaço de 2 metros por 1.

 

A implantação do novo mobiliário urbano contempla mais de 15 bairros, a exemplo da Asa Branca, Limoeiro, Centro, Pedra do Descanso, Loteamento Pau Brasil, Muchila, Olhos D´água, Conceição, Viveiros, Papagaio, Coronel José Pinto, SIM, George Américo, além de localidades rurais como Candeal I e II.

 

“O abrigo instalado aqui na Presidente Dutra [avenida], próximo ao Colégio Santo Antônio, nos dá mais segurança”, afirma o autônomo Val Costa (foto), que antes, segundo ele, “ficava exposto” ao aguardar o ônibus em um ponto próximo à Escola do Centro de Assistência Social Santo Antônio (Ecassa).

 

O caminhoneiro e usuário de transporte coletivo, Ramon Santos Barreto , afirma ser importante a renovação do mobiliário urbano de Feira. “O ponto do Ecassa já caiu uma vez e, esse aqui, ficou muito bom”.

 

A comunidade que reside nas imediações da Avenida Artêmia Pires ressalta a importância de um dos locais escolhidos para instalação de um novo abrigo, situado ao lado da Igreja Bella Vista.

 

“A gente passava um sufoco e ficava sem proteção embaixo de sol e chuva. Agora estamos mais protegidos e ficou melhor, principalmente o local”, afirma a diarista Sandra Souza.

 

Para a estudante do curso de Direito, Adna de Araújo (foto), o equipamento proporciona uma experiência mais agradável durante a parada rápida do transporte urbano.

 

“Agora, diariamente, fico sentada no abrigo, sem contar da proteção em períodos chuvosos como este”.

 

A responsável pela fabricação e instalação dos novos abrigos foi a Delta Indústria e Comércio de Mobiliário Urbano Ltda, empresa vencedora da licitação de n. 325-2017, em pregão presencial n. 207-2017.
Vandalismo

 

Apesar de todo o esforço do Governo Municipal em renovar o mobiliário urbano, quatro equipamentos deixaram de ser instalados no cronograma de serviços da empresa contratada por conta do furto das bases de sustentação da estrutura.

 

“Faço um apelo à comunidade que nos ajude a fiscalizar os equipamentos instalados e fomentem a necessidade de zelar pelo patrimônio público”, ressalta Saulo Figueiredo.

 

Qualquer cidadão pode denunciar à Guarda Municipal através do número 156 e, também, aos órgãos de segurança pública, como a Polícia Militar, ligando 190.

 

Na oportunidade, a SMTT registrou o ato de vandalismo em boletim de ocorrência na Polícia Civil na 2ª Delegacia Territorial (DT) da Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (1ª Coorpin).
Secom