Notícias do Mundo Gospel

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 22/06/2017

“O Oriente Médio pode ser transformado pelo Evangelho através dos jovens”, diz missionário

Hormoz Shariat é o fundador da Iran Alive Ministries, um ministério que procura evangelizar no Irã. Ele é conhecido por defender e proteger a igreja subterrânea do Irã, os crentes que se reúnem para cultos subterrâneos por não poder adorar a Deus de forma livre. Apesar de estar em constante perigo, o líder estava com seus olhos brilhando de empolgação ao ceder uma entrevista para o site Christianity Today.

 

Ele contou sobre como a igreja iraniana está tendo um crescimento explosivo, apesar de todos os esforços para censurar tal avivamento. “Existe uma graça muito especial sobre os cristãos iranianos. Através da TV via satélite, nós ensinamos a amar seus inimigos e a orar por eles. Nós não só ajudamos os cristãos perseguidos e isolados a crescerem fortemente na fé e na ação, mas também os ensinamos a compartilhar o Evangelho com seus perseguidores”, disse.

 

“Eu tenho muitas histórias sobre como os cristãos iranianos amam seus perseguidores. Muitos experimentam a presença e o poder de Jesus na prisão ou quando são torturados. Nossos melhores líderes da igreja subterrânea são mulheres que anteriormente eram oprimidas e desesperadas, mas agora são atraídas pelo cristianismo, onde elas são respeitadas”, colocou o pastor.

 

Juventude no Irã

 

O missionário destacou que existem algumas semelhanças entre os jovens iranianos e americanos. “Ambos estão à procura de uma causa digna para acreditar e dar suas vidas. Ambos estão interessados ??na justiça social e na resolução de problemas sociais, com muitos ajudando os desabrigados e os pobres. A comunidade é importante para ambos”, explicou.

 

“A geração com menos de 20 anos tem o maior potencial para transformar o Irã. A maioria dos jovens iranianos são seculares no pensamento e o espírito do Islã não tem controle sobre eles. Não têm medo de Deus, do governo ou da morte. Eles não estão interessados ??na religião até serem apresentados a Cristo, em quem eles encontram a salvação e o propósito”, ressaltou.

 

“Por causa dos assassinatos após os resultados das eleições de 2009, eles estão contra o protesto público e a revolta violenta. Além disso, estão abertos à mensagem que compartilhamos na TV via satélite: Transformar o Irã sem violência, primeiro se transformando e se tornando um agente de transformação”, compartilhou.

 

“Minha oração é para que os cristãos americanos possam acordar e ver o que o Senhor está fazendo em todo o mundo e no Oriente Médio, especialmente entre os jovens do Irã. Oro para que eles vejam que Deus está fazendo algo especial no aqui. Todo o Oriente Médio poderia ser transformado pelo Evangelho através desses jovens. Deus preparou os corações de milhões de iranianos. Jesus está aparecendo para eles em visões e sonhos. Ele nos deu tecnologia para que possamos nos conectar com eles tanto em massa como a nível pessoal – mesmo a distância”, finalizou.

 

GUIAME