Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 22/11/2016

Pais perdoam terrorista que atacou sua filha de 4 anos: “Deus nos ensinou”

770edb5f-904b-469a-bf40-9fe365f9b4fcUma criança de quatro anos de idade foi gravemente ferida após um homem jogar um artefato explosivo contra uma igreja na ilha indonésia de Bornéu, no dia 13 de novembro. Mais duas crianças ficaram feridas e outra foi morta.

 

Apesar da atrocidade, os pais de Trinity Hutahaean, uma das crianças atingidas, perdoaram o acusado — identificado como ex-terrorista ligado ao Estado Islâmico (EI). O casal também afirmou que não vai pedir a Deus para puni-lo, conforme relatou o jornal Jakarta Post.

 

“Deus nos ensinou a perdoar, e não a fazer vingança”, disse em nome da família a tia de Trinity, Roina Simanjuntak.

 

Roina disse que sua família escolheu deixar nas mãos de Deus o destino do terrorista que jogou vários coquetéis molotov contra um grupo de crianças que estavam brincando no complexo da igreja.

 

“Eu tenho uma grande esperança de que meus familiares, especialmente a mãe de Trinity, irão conseguir enfrentar este momento difícil. Ela ainda está em trauma depois de ver o que aconteceu com sua filha”, disse Roina.

 

A mãe de Trinity não está orando para que Deus puna o homem-bomba, Roina acrescentou.

 

O ataque aconteceu na igreja Oikumene em Samarinda, capital da província de Kalimantan Oriental, na ilha de Bornéu, e um suspeito de 32 anos foi detido momentos depois por vários moradores.

 

Segundo o especialista em terrorismo, Ridwan Habib, o ataque foi destinado a provocar tensões religiosas na área. No entanto, o grupo terrorista por trás da investida não conseguiu atingir o seu objetivo, já que muçulmanos e cristãos condenaram a explosão.

 

Habib explica que o EI e outros grupos terroristas costumam acionar conflitos com o ataque a uma igreja, que criaria uma tensão entre muçulmanos e cristãos. No entanto, até agora, não há nenhum indício de que o ataque possa provocar retaliação dos cristãos locais.

 
Guia me