Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 18/10/2017

Paraplégico recebe serviço odontológico público em seu domicílio

Desde quando ficou paraplégico, há nove anos, Manoel de Almeida não tem realizado consultas odontológicas, devido dificuldades de mobilidade. Mas nesta segunda-feira, 16, ele recebeu uma visita, em sua residência, diferenciada com direito a avaliação e orientação odontológica através do Serviço de Atenção Domiciliar e a Odontologia da Atenção Básica.

 

Ao ser atendido, Manoel relata sentir dor quando mastiga alimentos. A dentista imediatamente faz a análise e identifica um dente com a raiz quebrada, a solicitação de raio-X é feita no momento através do formulário do paciente. Com espelho na mão, Manoel aprende a realizar o autoexame bucal. “Puxando o lábio inferior para baixo, esticando e apalpando a bochecha na frente do espelho, você pode identificar se há alguma alteração na boca como feridas, manchas escuras ou vermelhas. Se identificada qualquer alteração você deve nos procurar e sinalizar o ocorrido”, explica a dentista Alcione Silva.

 

Durante o atendimento, o paciente ganha um kit dental para a escovação supervisionada. A dentista orienta “para não desgastar o esmalte dos dentes e evitar sensibilidade o ideal é não colocar muita força na escovação, movimentos circulares e de cima da gengiva para baixo”.

 

Assim como Manoel, 26 pacientes estão sendo beneficiados com a educação em saúde do Projeto Sorriso, que acontece entre os dias 16 e 20 de outubro. Uma equipe multidisciplinar com odontólogo, fonoaudiólogo, médico, enfermeiro, nutricionista, assistente social, apoiadora e técnica de enfermagem realizam as visitas.

 

A fonoaudióloga, Ana Gilza Soares, informa que a iniciativa surgiu ao perceber o grande número de pacientes com higienização precária. “A reabilitação de qualquer paciente começa pela boca e no caso dos acamados é necessário alguém específico para fazer a higiene oral”, ressalta.

 

“Através desse trabalho nós identificamos focos de infecção, fazemos o levantamento da necessidade do tratamento odontológico e encaminhamento desse paciente para a Unidade Básica de Saúde mais próxima a sua casa”, relata a referência técnica Mirella Ribeiro.

 

A solicitação do Serviço de Atenção Domiciliar pode ser feita por demanda espontânea na sede do SAD, localizada na Rua Barão do Rio Branco, 1.054, Centro. Ou através da desospitalização e encaminhamento das unidades de saúde.

 

Foto: Washigton Neri