Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 21/04/2016

Pastor Marco Feliciano é ameaçado de morte por votar a favor do impeachment de Dilma

pastor-marco-feliciano-original

O pastor Marco Feliciano (PSC-SP) revelou que tem recebido ameaças de morte e violência contra ele e sua família por parte de manifestantes defensores de Dilma Rousseff (PT), devido à sua postura de oposição ao governo e a favor do impeachment.

 

Usando o Twitter, Feliciano disse que as ameaças contra ele e sua família, incluindo violência sexual contra suas filhas, foram feitas através de mensagens de texto, em um número que é “parlamentar”, ou seja, de uso privado para o exercício do mandato.

 

“Começou a patrulhagem dos petralhas e seus puxadinhos, ‘companheiros sociais’ com aquele monte de siglas, MST, CUT, LGBTT, e tutti quanti. Desde ontem, após a votação e aprovação da denúncia do impeachment, e meu SIM, meu nº de celular, WhatsApp, foi passado para esses grupos. Os deputados esquerdistas têm acesso fácil aos nossos números parlamentares e ‘vazaram’ meu número pra estes delinquentes e bandidos. Estou recebendo ameaças de linchamento e de morte. Nas mensagens, entre fotos pornográficas e memes, ainda ameaçam estuprar minhas filhas.

 

Assim agem os que dizem lutar pela democracia e chamam o impeachment de golpe. São fascistas e canalhas, comunas que não aceitam perder o poder. Não me intimidarão. Chegou o fim da era das trevas provocada por este partido falido. Vamos até o fim. Impeachment já”, escreveu o pastor em sua rede social.

 

Marco Feliciano ? ?@marcofeliciano
4) Estou recebendo ameaças de linchamento e de morte. Nas mensagens entre fotos pornográficas e memes, ainda ameaçam estuprar minhas filhas.

 

GOSPEL+