Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 17/11/2014

Pastor toma iniciativa de combater perseguição religiosa feita pelo crime organizado na Argentina

perseguicao-religiosaUm pastor batista se tornou manchete na Argentina por decidir enfrentar, na Justiça, quadrilhas do crime organizado no país que vêm interferindo na atuação das igrejas evangélicas.

 

Na última quinta-feira, 13 de novembro, foi realizada a primeira audiência solicitada pelo advogado Alejandro Escribano para tentar esclarecer as dúvidas que giram em torno da tentativa de homicídio dos pastores Marcelo Nieva e Daniel Carreño.

 

Marcelo e Daniel foram atacados por homens armados que dispararam tiros de pistola 9mm em plena luz do dia na cidade de Córdoba.

 

A iniciativa do pastor Escribano também busca esclarecer a tentativa de intimidação e agressão feita contra fiéis da Iglesia Buatista Pueblo Grande, na cidade de Rio III, na província de Córdoba.

 

Na primeira audiência, participaram o advogado do pastor, investigadores da Policia Federal Argentina, agentes da Policia de Rio III e o procurador da Província de Córdoba.

 

A proposta é identificar e investigar autoridades e funcionários públicos que estariam, direta ou indiretamente, ligados aos ataques e aos obstáculos que vem sendo impostos para limitar a liberdade de culto.

 

Além dessas questões, há também queixa por conta de assédio e perseguição religiosa através de iniciativas de algumas autoridades, ou omissão por parte das mesmas. Alejandro Escribano Zeverin é um advogado criminal, mestre em criminologia pela Universidade de Barcelona e professor de “Metodologia de Investigação Criminal” da Escola de Polícia.

 

Na reunião, o representante do Tribunal de Apelações da Justiça, doutor Ignacio Velez Maria Funes, fez um convite às autoridades eclesiásticas da Argentina para acompanharem as investigações.