Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 12/01/2016

Pesquisa feita pelo Procon mostra diferença de até 100 por cento no preço de material escolar

1112016110806 (1)Uma pesquisa de preços realizada pelo Procon de Feira de Santana, em quatro livrarias da cidade, constatou diferença de preços de mais de 100%. A caixa de lápis de cera, com 12 unidades, cujo preço variou de R$ 1,33 a R$ 2,84. Outro produto foi a pintura para dedo, com mais do que o dobro de diferença.

 

A diferença de preços foi grande para a tinta guache, o lápis comum e massa de modelar. A lista pesquisada, afirma a coordenadora do Procon, Suzana Mendes, serve como um parâmetro que deve ser usado pelos pais no momento de comprar o material. “O importante é que eles pesquisem ao máximo e, se possível, façam as compras em lojas diferentes. Assim pode economizar mais”.

 

A Dinúbia Papelaria apresentou o menor preço numa cesta de produtos escolares composta de 25 itens. O levantamento, por marca, foi realizado pelo Procon de Feira de Santana, nos dias 6 e 7 deste mês. As livrarias Maskate, Bahia Papelaria e D. Pedro II também participaram da pesquisa de preços – e ficaram nesta ordem, onde o consumidor fará maior economia.

 

O Procon também orienta aos pais ou responsáveis que observem atentamente as listas de produtos apresentadas pelas escolas, no sentido de evitar – e denunciar – possíveis abusos, como o pedido de materiais proibidos.

 

Secom