Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 17/01/2015

Petição em favor de bombeiro cristão demitido por expressar sua fé ultrapassa 100 mil assinaturas

unnamed (4)A demissão do chefe do Corpo de Bombeiros da cidade de Atlanta (EUA) está repercutindo e por todo o país e levando milhares de pessoas a assinarem petições que pedem que Kelvin Cochran recupere o seu emprego. O oficial foi exonerado de seu cargo após distribuir a seus colegas, exemplares de um livro que ele mesmo publicou. Na obra, Cochran fala sobre fé, espiritualidade e até mesmo a sexualidade de um ponto de vista cristão.

 

O ato foi denunciado pela comunidade LGBT ao prefeito Kasim Reed. Representantes do movimento consideraram o conteúdo do livro “ofensivo”.

 

Mais de 100 mil pessoas já assinaram a petição, solicitando ao prefeito Reed que restabeleça Cochran como chefe dos bombeiros da cidade.

A petição lançada pela Organização Nacional em favor do Casamento diz: “Cumprindo a solicitação dos radicais que decidiram intimidar e assediar o Sr. Cochran, você enviou uma mensagem a todos os moradores de Atlanta: que você não vai apoiar os seus próprios direitos para manter e expressar seus valores religiosos na praça pública, mas vai vendê-los pelos interesses especiais e lobbies poderosos. Exorto-vos a corrigir este erro e desfazer o dano feito ao Sr. Cochran e a todas as pessoas de fé em Atlanta e em todo o país”.

 

Pastores e líderes cristãos de todo o país também se reuniram no Capitólio da Georgia na últiuma terça-feira, 13/01 para marchar em direção à prefeitura e entregar as caixas de petições ao escritório de Reed.

 

O livro de Cochran, “Who Told You That You Were Naked” (“Quem te disse que estavas nu”), menciona a homossexualidade em uma página (número 160).

 

Cochran escreveu: “impureza [é] tudo o que é oposto de pureza; incluindo sodomia, homossexualismo, lesbianismo, pederastia, bestialidade, todas as outras formas de perversão sexual. Homens nus se recusam a ceder, então eles buscam satisfação sexual através de múltiplos parceiros, com o sexo oposto, do mesmo sexo e sexo fora do casamento e muitas outras maneiras vis, vulgares e inapropriadas que contaminam o seu corpo-templo e desonram a Deus”.

 

Fonte: Guiame, com informações do Christian News