Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 03/10/2017

Plano pós-pago, da telefonia celular, é principal motivo de queixas no Procon

As empresas de telefonia continuam liderando o registro de queixas na Coordenadoria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon) em Feira de Santana. Somente nos nove primeiros meses deste ano já foram registradas nada menos que 1.531 denúncias contra os prestadores de serviços por motivos diversos.

 

A coordenadora do Procon, Suzana Mendes, explica que as denúncias mais frequentes são referentes aos planos pós-pagos. Informa que nos planos de pós, as empresas de telefonia vão sendo embutidos, gradativamente, serviços que os consumidores não pediram.

 

Depois destas denúncias, outras mais frequente tem sido referentes a TV por assinatura. Neste caso, conforme Suzana Mendes, o Procon tem dado prazo de cinco dias para que a empresa resolva as questões, o que tem atendido grande parte das queixas.

 

Já os casos remanescentes, conforme a coordenadora do órgão de defesa do consumidor, são encaminhados para a Justiça. Suzana Mendes informa que as cobranças que não são reconhecidas pelos consumidores geralmente são devolvidas pelas empresas.
Secom