Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 23/12/2014

Pólo de Cultura Digital certifica 300 alunos

21122014094050Os 10 Pólos de Cultura Digital mantidos pela Prefeitura de Feira de Santana, através da Fundação Municipal de Tecnologia e Cultura Egberto Tavares Costa em parceria com o Instituto Paramitas, certificaram cerca de 300 alunos dos cursos de Educação para o Trabalho e Inclusão Digital. A solenidade, realizada neste sábado, 20, no salão de eventos do Hotel Acalanto, abre as portas do mundo globalizado da informática e também gera oportunidades para a inserção no mercado de trabalho.
A presidente do Instituto Paramitas, Cláudia Stipp, veio a Feira de Santana participar da solenidade e ressaltou a importância da parceria com o Governo Municipal visando a promoção da inclusão digital. “Agradecemos a parceria com a Fundação, que acreditou no nosso trabalho, e este projeto nasceu de um grande esforço do seu presidente Antônio Carlos Coelho, que num ato desafiador, melhorou e ampliou o programa”, ressaltou.

Cláudia Stipp revela que com a nova turma, os cursos já formaram 1.700 alunos, de um total de mais de 3 mil que passaram pelos Pólos de Cultura Digital. “O Paramitas se tornou o primeiro centro de certificação da Microsoft na Bahia”, informou. Representando Antônio Carlos Coelho, Aline Miranda parabenizou os alunos por cumprirem mais uma jornada na vida e por estarem buscando conhecimento.

Já o coordenador do Instituto Paramitas, Newton Rodrigues, explica a importância dos cursos oferecidos através dos Pólos de Cultura Digital. “Oferecemos cursos de “Primeiros cliques”, “Atendimento ao cliente”, “Postura profissional”, “Games educacionais”, “Galáxia internet” e também de “Educação financeira”.

Presidente da Associação Comunitária São Brás, do bairro Mangabeira, Hamilton Santos ressaltou a importância do trabalho desenvolvido através dos pólos, dos quais um deles está instalado em espaço da entidade. “Atendendo a pedidos da comunidade, o prefeito José Ronaldo instalou um polo para atender aos moradores de nosso bairro, com os trabalhos cada vez mais se ampliando para atender jovens com garra e determinação em desenvolver um trabalho”.

A diretora do Centro de Referência da Mulher Maria Quitéria, Maria Luiza Coelho, local onde também funciona um pólo exclusivamente para atender às mulheres inseridas no programa da instituição, avaliar a importância da iniciativa. “Atendemos mulheres que estão vivendo dificuldades e que jamais imaginariam que um dia estivessem participando de cursos de informática que possibilitassem o ingresso no mercado de trabalho”, frisou.

Enquanto isso, a gerente geral do Instituto Paramitas, Tatiana Carneiro, revelou sua paixão pelo Instituto e deu seu testemunho de que, a exemplo dela, que hoje atua com destaque na instituição, os alunos também podem conquistar seus espaços profissionalmente através desta iniciativa. “A tecnologia é o futuro de vocês”.

Durante a solenidade também esteve compondo a mesa de honra para certificação dos alunos a facilitadora Jaqueline Teixeira, representando os demais facilitadores dos cursos dos pólos de cultura digital.