Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 04/07/2015

Prefeito espalha açúcar em ruas para tirar “maus espíritos”

150612221149__83276925_mayorsprinklesCerca de 50 quilos de açúcar foram espalhados em quatro das principais ruas da cidade de Nova Zagora, na Bulgária, a pedido do prefeito para espantar maus espíritos.
Nikolai Grozev, chefe do Executivo, segue uma tradição folclórica para tentar enfrentar a violência no trânsito que tem matado muitas pessoas na cidade.

 

“As autoridades da cidade seguiram uma tradição antiga por meio da qual espalhar açúcar nas estradas espanta espíritos ruins”, disse o prefeito à emissora bTV.
As vias escolhidas para receber o açúcar foram as principais que dão acesso à cidade, uma semana antes da ação da prefeitura um acidente deixou vários mortos nessas estradas. Foram dois policiais e dois jovens mortos e outras cinco pessoas ficaram feridas.

 

Grozev resolveu seguir a sugestão de uma professora e ele mesmo espalhou açúcar nas ruas para espantar o mau que tem causado acidentes. “Pedi à minha faxineira que comprasse açúcar. Coloquei tudo no meu carro e saí pelas ruas da cidade espalhando no meio de quatro estradas que dão acesso a Nova Zagora”.

 

O prefeito, porém, sabe que os condutores também precisam ter atenção no trânsito, por isso considera que o seu gesto é simbólico para chamar atenção dos motoristas de todo o país.
“Nós queremos que as pessoas aqui e em toda a Bulgária tenham mais sensibilidade e dirijam com cuidado”, afirmou Grozev.

 

Algumas pessoas acreditam que a iniciativa do prefeito tem objetivos políticos, já que as eleições estão se aproximando. Porém o chefe do executivo tem alguns pontos com a população por se aproximar das tradições da cidade.

 

Em Nova Zagora há uma profetisa, Slava Sevryukova, e recentemente o prefeito inaugurou um monumento dedicado a outro adivinho local, o “Vovô” Vlaicho Zhelev.
A aproximação do prefeito com coisas ocultas tem desagradado a igreja ortodoxa, o padre Silver, da igreja local, diz que essa crença folclórica vai de encontro com as pregações da Igreja Cristã Ortodoxa. Para ele o gesto do prefeito pode criar riscos para a cidade. “Acredite em mim, isso ainda vai dizimar as nossas culturas”, afirmou o padre.

 

Gospel Prime