Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 06/08/2017

Preso suspeito de envolvimento na morte de comerciante em São Gonçalo dos Campos; crime foi premeditado, diz comparsa

Investigadores da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), prenderam na manhã desta sexta-feira (4), Wellington de Jesus Santos, 18 anos, residente em Santa Bárbara. Ele é suspeito de participação no assassinato do comerciante Raimundo Reis Borges Santana, 43 anos, crime ocorrido por volta das 6h20 de ontem (4), no povoado de Magalhães, em São Gonçalo dos Campos.

 

Segundo a polícia, um veículo Ford Ka, que foi usado pelos criminosos foi interceptado na BR-324, na região entre Tanquinho e Riachão do Jacuipe e Wellington foi localizado. Ainda de acordo com a polícia, no interior do carro foi encontrada uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em nome de Rafael Cerqueira de Jesus, também conhecido como ‘Rafael Cigano’, que mora na localidade dos Quatro, em Santa Bárbara.
Wellington informou para a polícia que Rafael Cigano foi o autor dos disparos contra o comerciante. Ele ainda contou que a arma utilizada no crime, um revólver calibre 38, foi vendida a um morador de Tanquinho. O comprador não foi encontrado, mas os policiais conseguiram apreender a arma.

 

Crime premeditado

 

Embora a polícia trabalhe o crime tecnicamente como latrocínio (roubo seguido de morte), por conta do veículo da vítima ter sido levado, o delegado André Ribeiro, titular da DRFR e responsável pela investigação, revelou que Rafael Cigano teria ido ao povoado de Magalhães com o propósito de matar o comerciante.

 

Essa versão foi confirmada por Wellington de Jesus Santos, em entrevista ao repórter Denivaldo Costa (Ronda Policial). Indagado sobre o que Rafael disse no momento em que atirou na vítima, Wellington revelou: “Não falei que você ia me pagar? E atirou, não foi assalto, quando ouví o primeiro tiro fugí de carro, não sabia de nada”.

 

Wellington disse ainda para a polícia que Rafael Cigano o convidou para dirigir o Ford Ka, de sua esposa, que ele ia fazer uma ‘parada’. O delegado André Ribeiro espera prender Rafael Cigano em breve, para saber o real motivo do assassinato.

 

Blog Central de Polícia, com informações de Denivaldo Costa (Ronda Policial), com fotos Sotero Filho. (matéria atualizada)