Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 03/03/2015

Prestes a ser apresentada pela Record, Xuxa publica imagem de Jesus e recebe críticas de fãs

xuxaA apresentadora Xuxa Meneghel, nova contratada da TV Record, atraiu críticas de seus seguidores nas redes sociais ao publicar uma imagem alusiva a Jesus Cristo.

 

A imagem em que Jesus aparece gargalhando é de gosto bastante duvidável, e veio acompanhada da legenda “Energia boa para vocês”.

 

De tão inusitada, a imagem gerou dúvida nos internautas: “É o Bob Marley?”, questionou Kido Mathelart. Outros seguidores da “rainha dos baixinhos” foram menos simpáticos: “Por isso que não escuto seu CD de trás para frente”, disse Marcela Nunes, em tom de provocação.

 

“Desculpe-me, mas isso não é energia boa, porque vendo essa imagem dá medo! Pesadelo à noite!”, escreveu Yuri Santana, em tom de provocação.

 

De acordo com informações do Notícias da TV, a TV Record agendou para a próxima quinta-feira, 05 de março, uma entrevista coletiva para anunciar a contratação de Xuxa, que deixou a TV Globo após 28 anos de vínculo.

 

A apresentadora já vem sendo chamada, em tom de galhofa, de “bispa Xuxa”, por causa da estreita relação da emissora com a Igreja Universal do Reino de Deus, ambas dirigidas pelo bispo Edir Macedo.

 

Pelos lados da TV Globo, a contratação de Xuxa por uma das principais concorrentes vem sendo tratada com normalidade. De acordo com Carlos Henrique Schroder, diretor-geral da emissora da família Marinho, Xuxa já não tinha contrato com a emissora desde o fim de 2014.

 

Em declaração dada ao jornal O Estado de S. Paulo, Schroder afirmou que a Globo e a apresentadora encenaram ainda terem interesse uma na outra para que a Record oferecesse mais dinheiro na transação. “Ela [Xuxa] não estava conosco desde o fim do ano passado”, disse o diretor.

 

A explicação para abrir mão da “rainha dos baixinhos” está ligada ao crescimento da quantidade de famílias com acesso às TVs por assinatura. “O conteúdo infantil que ela vinha apresentando nós abrimos mão nos últimos anos. Em todo o mundo, o cabo absorveu a programação infantil. Já está tudo tão ‘nichado’, até por faixas de idade”, justificou.