Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 13/11/2014

Procon identifica irregularidades em 90 por cento das lotéricas fiscalizadas

12112014164344Das 31 casas lotéricas fiscalizadas pela Superintendência Municipal de Defesa do Consumidor (Procon-Fsa), foram encontradas irregularidades em mais de 90% delas. Dentre os problemas mais comuns estão: falta de rampas de acesso para cadeirantes, fila exclusiva para idosos, portadores de necessidades especiais e gestantes, como também ausência de sistema de monitoramento por câmeras.

 
O órgão de defesa do consumidor determinou um prazo médio de 20 dias para que os proprietários das casas lotéricas se adéqüem a legislação vigente sob pena de serem autuados. A fiscalização continuará sendo realizada na cidade e visa o cumprimento da legislação, em prol de uma melhor prestação de serviço aos consumidores.