Destaques

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 02/06/2016

“Procurando Dory”: especulação de casal gay no filme da Disney gera polêmica nas redes sociais

1

A possibilidade da existência de um casal homossexual no novo filme da Pixar, empresa da Disney, causou grande rebuliço na web desde o último final de semana. O trailer de “Procurando Dory”, sequência da animação “Procurando Nemo”, de 2003, teria deixado pistas da presença de duas lésbicas.

 

Os boatos começaram por causa de um trecho do trailer mais recente do filme, quando um polvo aparece em um carrinho de bebê, que supostamente está sendo empurrado por duas mulheres.

 

Antes da divulgação do trailer, ativistas gays dos Estados Unidos vinham pressionando os estúdios cinematográficos através das redes sociais para que personagens homossexuais fossem inseridos nos filmes infantis. Na principal campanha, feita com a hashtag #GiveElsaAGirlfriend (Dê uma namorada a Elsa), o movimento LGBT pressiona a Disney para que a protagonista do filme infantil “Frozen” se revele homossexual e apresente um romance com outra menina.

 

De acordo com informações do The Wrap, Pixar e Disney não comentaram os rumores que se espalharam nas redes sociais, nem os protestos prévios.

 

No entanto, o silêncio da matriz tem feito os ativistas se mobilizarem ainda mais, pedindo um namorado para outro personagem clássico da cultura popular norte-americana: #GiveCaptainAmericaABoyfriend (“dê um namorado para o Capitão América”) é a hashtag que quer tornar gay um dos principais personagens da Marvel, outra empresa da Disney.

 

O filme “Procurando Dory” conta uma história da personagem que sofre de amnésia e irá mostrá-la tentando encontrar seus pais, embora não lembre quem são. No novo longa-metragem, a história se passa seis meses depois dos eventos de “Procurando Nemo”, e está situado ao largo da costa da Califórnia.

 

GOSPEL+