Notícias

Portal Cidade Gospel | Redação | Publicado em 15/03/2016

Projeto de intervenção urbana promete levar poesia aos muros de Feira de Santana

218f6718-ba39-4808-a035-d2d72748346b

Para “quebrar” a rotina da cidade, a universitária e poetisa, Mayara Suzart, apresentou uma prática pouco comum em Feira de Santana, a proposta de intervenção urbana denominada “Poesia nos Muros” que ganhou força através do Facebook a partir da criação do evento na rede social.

 
Diante da iniciativa inovadora, o secretário municipal de Cultura, Esporte e Lazer, Rafael Pinto Cordeiro, convidou esta semana a poetisa para conhecer de perto o projeto do movimento artístico underground – que foge dos padrões comerciais – com o objetivo de valorizar os poetas locais e aproveitar os espaços públicos e privados autorizados na cidade espalhando mensagens positivas.

 

Segundo Mayara Suzart, o movimento já conquistou centenas de artistas seguidores e revela que recebe diariamente inúmeras poesias. “Queremos transmitir a poesia através da linguagem do lambe-lambe, um suporte público temporário presente em muros e postes que utiliza cartazes – com frases, anúncios ou desenhos – como manifestação nos meios urbanos colados para transmitir ideias”.

 

Para o secretário Rafael Cordeiro, a iniciativa é motivo de orgulho para a cidade e um diferencial da cultura local. “Toda ação que incentive a nossa cultura, principalmente quando se trata de exemplos inovadores, receberá tratamento especial e o nosso apoio. Fico muito feliz e honrado em poder participar diretamente da construção desse projeto que, em breve, ganhará as ruas do município”, afirma Cordeiro.

 

O projeto “Poesia nos Muros” estabelece relação com a literatura e incetiva a leitura, além de uma nova percepção do cenário urbano usando a arte como canal de compreensão do mundo. Fotógrafos, poetas e outros artistas que desejarem expor poesias nas ruas poderão enviar poemas curtos e de autoria própria para o e-mail sinespoesia@hotmail.com

 

Em Feira de Santana, a estimativa é que mais de cem pessoas, incluindo poetas, fotógrafos e artistas, participem diretamente da intervenção. Os locais e datas ainda serão definidos após a apresentação de um plano orientado e discutido na secretaria entre todos os envolvidos no projeto.

 

PREFEITURA MUNICIPAL